11 2155-9358
Institucional Blog Pesquisas CEP FJLES Cursos
Data inicial
Estágio Hospitais Boletins Releases Parcerias
Ícone Data Final
Busca rápida
Busca avançada
Institucional Voluntariado Parcerias Releases Boletins
Data inicial
Núcleos Cursos Estágios Hospitais Blog
Ícone Data final
Busca rápida
Busca avançada
Pronto_sorrir_Crescer_criança_09_08_2017

Olá aos viajantes da terra do nunca, do mundo encantado e mágico que vive dentro de nós. Venho contar sobre meu caso raro de barbonite, que segundo a Doutora Cornélios pode estar perto de ser solucionado. Parece-me que estou crescendo, e virando um garoto de sete anos cheio de boas histórias para contar. São tantas que vou acabar passando a tal da dona Sherazade, a maior contadora de histórias de todos os tempos.

A cada dia sou atravessado pela simplicidade dos encontros, de olhar a vida com coragem almejando sonhos e mais sonhos para alcançar. Nessas voanças que também podem ser andanças, eu descobri uma fonte inesgotável de magia: as fadas mães. Fiquei me perguntando o que seria de mim se não fossem as fadas e seus truques de transformar um dia difícil, nublado, sem nenhuma visão para voar, em um dia brilhoso cheio de luz e fronteiras abertas para atravessar. Elas sempre estão ali, firmes, junto de seus filhos enfrentando todas as possíveis e impossíveis tempestades que possam vir pela frente. Essa coragem tem me tocado, aberto possibilidades de eu entender que já não sou o mesmo menino de sete anos e quatro meses, e que não importa se estou crescendo, ou se elas já são gente grande, a possibilidade de voar, alçando voos cada vez mais altos, não tem a ver mais com idade, tem a ver com o amor. Essa era exatamente a resposta que eu estava procurando sobre a raridade de minha barbonite, a importância de eu crescer sem perder meu espirito de criança, sem deixar a minha essência evaporar feito fumacinha pelo mundo afora.

Começo a entender que os piratas são os menores dos meus problemas, meu maior inimigo sou eu mesmo que não pode deixar a criança que mora dentro de mim se perdendo feito uma folha seca que cai de uma árvore que ainda tem muito a florescer. Muitas das fadas mães já descobriram esse segredo, elas são muito sábias, e aprendem todos os dias com seus filhos a importância da serenidade, manter vivo o espírito de criança mágico, tornando toda essa aventura em um momento de muita sabedoria e entendimento da vida. Muitas vezes eu tenho dificuldade de entender, mas é preciso crescer, mesmo na dor, com amor e sem perder a nossa essência de criança, sem perder a nossa maior fonte de pó mágico, a alegria.

Peter Pan ParaPamPam

Avatar
Marcelo Prudente
Marcelo Prudente é ator, professor e performer com graduação em Arte e Educação com habilitação em Artes Cênicas e artista pesquisador no programa de pós-graduação em Arte, Educação e Terapia . No Pronto Sorrir é eterno menino, Peter Pan.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas