11 2155-9358
Institucional Voluntariado Parcerias Releases Boletins
Data inicial
Núcleos Cursos Estágios Hospitais Blog
Data final
Busca rápida
Busca avançada
Dor lombar dos jovens atletas

Saiba como proceder diante deste incômodo causado pela prática de ginástica e outros tipos de exercício físico

Dor nas costas é uma queixa frequente em adultos, geralmente um resultado da idade avançada e surtos de hiperatividade. No entanto, a dor nas costas em crianças, especialmente em atletas, é um sintoma comum e deveria ser sempre levado a sério. Às vezes, este incômodo é devido a dores musculares ou contato direto. No entanto, pode também ser um sinal de problemas mais sérios.

Os ossos que compõem a coluna têm três tarefas. A mais importante é de fornecer proteção para a medula espinhal. Ao mesmo tempo, eles têm que dar força e estabilidade para suportar o peso do corpo, enquanto estamos de pé, correndo ou pulando. Os ossos também têm que permitir a flexibilidade para nos dobrar e nos torcer em todas as direções.

Dor nas costas em atletas é mais comumente causada por um de dois mecanismos:

1. O primeiro é a hiperextensão repetida da coluna vertebral ou “síndrome de sobrecarga da coluna”, como visto na ginástica, dança, lacrosse, mergulho e outros esportes. Hiperextensão repetida coloca um grande estresse sobre as estruturas das costas que fornecem flexibilidade.

2. O segundo mecanismo de dor envolve tanto as costas ou a contração demais dos músculos e ocorre frequentemente em esportes de contato ou quando alguém está tentando levantar muito peso (musculação). Embora comum em adultos, problemas de disco são incomuns em crianças.

Com a queixa inicial de dor nas costas, verifique se existem outros sintomas. Se a febre está presente, se a dor for intensa, persistente, ou associada com dormência ou formigamento nas costas, contate o pediatra de imediato. Estes sintomas podem ser o sinal de um problema sério.

O tratamento inicial da dor deve ser repouso ABSOLUTO (sem a prática esportiva até que o incômodo ir embora), medicamentos anti-inflamatórios e gelo são frequentemente úteis para o alívio da dor aguda. Embora o calor possa eventualmente ser utilizado para aliviar o espasmo muscular, ele nunca deve ser usado nas primeiras 24 horas após uma lesão.

Se a dor não melhorar durante alguns dias ou se ela piorar quando você se dobra para trás, procure o médico, pois outros exames podem ser necessários para determinar a causa da dor. Isto é especialmente verdadeiro se você estiver envolvido em esportes como ginástica ou dança.

A reabilitação de uma lesão nas costas geralmente envolve o fortalecimento dos músculos abdominais e das costas, o que aumenta a flexibilidade dos músculos do quadril e da coxa. Alongamentos devem ser feitos suavemente durante 30 segundos e repetidos para cada perna. Exercícios de fortalecimento (musculação) devem ser realizados em 2 séries de 10 repetições, 2 ou 3 vezes ao dia.

Por Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Sports Shorts (Copyright © 2004 American Academy of Pediatrics) Projeto Conceitual do Capítulo Ohio, a American Academy of Pediatrics

Instituto Pensi
O Instituto Pensi é o braço de ensino, pesquisa e projetos sociais da Fundação José Luiz Egydio Setúbal enquanto o Hospital Infantil Sabará é seu braço de assistência médica.

Postagens Relacionadas

Arsênico no suco de maçã

Pesquisa pontua se a presença da substância na bebida é […]

Escorpiões estão por aí…

A notícia da morte de uma criança picada por um […]

Diabetes: conheça os tipos e os sintomas

A doença não é mais um impasse adulto, pois crianças […]