11 2155-9358
Logo Pensi
Institucional Blog Pesquisas CEP FJLES Cursos
Data inicial
Estágio Hospitais Boletins Releases Parcerias
Ícone Data Final
Busca rápida
Busca avançada
Institucional Voluntariado Parcerias Releases Boletins
Data inicial
Núcleos Cursos Estágios Hospitais Blog
Ícone Data final
Busca rápida
Busca avançada

Nutrição Infantil

9 dicas para aprimorar a relação com seu filho na hora de oferecer refeições.

A maneira como pais e cuidadores em geral se comportam na hora de oferecer refeições às crianças pode influenciar – e muito – na formação do hábito alimentar infantil. Na teoria, o ideal é que o adulto decida o que, quando e onde as refeições são oferecidas; cabendo às crianças a decisão de comer ou não, e do volume de alimentos consumidos. Esta divisão de responsabilidades faz parte do conceito de Cuidado Responsivo para alimentação, um conjunto de comportamentos que envolvem atenção e interesse pelo processo de alimentação da criança, com respeito aos seus sinais de fome e saciedade, às suas habilidades de comunicação e estímulo adequado para a alimentação independente.

(mais…)




Rachael Machado
Pesquisadora do Centro de Dificuldades Alimentares do Instituto PENSI. (CDA-PENSI). Nutricionista, formada pelo C. Univ. São Camilo, especialista em Nutrição clínica (HC-FMUSP) e pediatria (EPM/UNIFESP), Mestre em Ciências da Saúde e doutoranda em Pediatria (EPM/UNIFESP). Docente do curso de pós-graduação em Nutrição Materno-Infantil do INSIRA e coordenadora do curso de graduação em Nutrição da Universidade Uni Sant’Anna.

A Fome oculta das nossas crianças

Apesar do nome não representar adequadamente a importância para a saúde, a fome oculta, ou a deficiência não facilmente diagnosticada de vitaminas e minerais, é um problema que afeta uma em cada 4 crianças de todo o mundo.

(mais…)




Dr. Mauro Fisberg
Pediatra e Nutrologo. Coordenador do Centro de Dificuldades Alimentares do Instituto Pensi- Hospital Infantil Sabara. Coordenador da Força Tarefa Estilos de Vida Saudável International Life Science Institute - ILSI Brasil. Alumni da Fundacao Kellogs (Leadership Program Partners of the Americas ) e da United Nations University- UNU- World Hunger Program.

Como ordenhar o leite materno?

Para as mães que já retomaram o trabalho ou os estudos mas que desejam manter o aleitamento e garantir os benefícios do leite materno, uma alternativa é a ordenha do próprio leite, seguida do armazenamento do mesmo.
A ordenha mamária é o ato mecânico de esvaziamento dos seios, que pode ser feita manualmente ou com auxílio de bombas.

(mais…)




Dra. Ana Beatriz Bozzini
Dra Ana Beatriz Bozzini, Pediatra/Medicina de Adolescente, da equipe do Centro de Dificuldades Alimentares do Pensi.

Guia para criança aprender a comer sozinha

Cuidados pessoais são aquelas atividades básicas que realizamos todos os dias, também chamadas de atividades de vida diária. A primeira dessas atividades a ser aprendida é o alimentar-se sozinho, seguida de se vestir, tomar banho, etc.

(mais…)




Claudia de Cássia Ramos
Fonoaudióloga do Centro de Dificuldades Alimentares do Instituto PENSI - Sabará Hospital Infantil Sabará Formada pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC), aprimoramento em fissuras lábio palatinas e deformidades maxilo-mandibulares pelo Hospital dos Defeitos da Face, especialização em Fonoaudiologia em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (USP), formação e atualização em Dificuldades Alimentares pelo Instituto New Vision (Virginia/EUA) e Easter Seals disabilities Centre (Chicago/EUA). Link para Lattes: http://lattes.cnpq.br/6743739860603419

13 dicas para seu filho comer bem

Não existem estudos científicos controlados que determinem como deve ser a introdução dos primeiros alimentos, porém existem práticas recomendadas. Como em qualquer processo interacional, cuidadores devem observar cautelosamente o momento e as pistas não-verbais de prontidão da criança e se suas respostas estão apropriadas e adequadas para o momento.

(mais…)




Claudia de Cássia Ramos
Fonoaudióloga do Centro de Dificuldades Alimentares do Instituto PENSI - Sabará Hospital Infantil Sabará Formada pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC), aprimoramento em fissuras lábio palatinas e deformidades maxilo-mandibulares pelo Hospital dos Defeitos da Face, especialização em Fonoaudiologia em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (USP), formação e atualização em Dificuldades Alimentares pelo Instituto New Vision (Virginia/EUA) e Easter Seals disabilities Centre (Chicago/EUA). Link para Lattes: http://lattes.cnpq.br/6743739860603419

Introdução do Arroz na Alimentação Infantil

O leite materno deve ser o único alimento do bebê até o sexto mês de vida; a partir daí o leite materno continua, mas, deve- se iniciar a introdução alimentar com oferta gradativa de outros alimentos. Usualmente começa-se com  frutas evoluindo mês a mês até que por volta de 1 ano o bebê estará participando da alimentação da família, comendo todos os grupos de alimentos.   

(mais…)




Priscilla Maximino
Nutricionista do Centro de Dificuldades Alimentares do Instituto PENSI - Sabará Hospital Infantil Sabará. Mestrado e especialização pela Unifesp e pós-graduação em pesquisa clínica. Formação internacional em dificuldades alimentares. Nutricionista da Nutrociência, docente da pós-graduação do Hospital Israelita Albert Einstein. Link para Lattes: http://lattes.cnpq.br/7206621535868937

Introduzindo alimentos sólidos

A introdução de alimentos sólidos é ,muitas vezes, uma preocupação para os pais, pois a criança precisa ter um desenvolvimento neuromotor para engolir sem engasgar, e o medo que isso aconteça gera uma insegurança por vezes muito grande.

(mais…)




Dr. José Luiz Setúbal
Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

Frente a frente com os rótulos nutricionais

O rótulo frontal de uma embalagem é uma área privilegiada no mundo da nutrição, por isso só faz sentido que os fabricantes utilizem este espaço altamente visível para colocar informações nutricionais importantes. Infelizmente, as alegações (menos açúcar, teor baixo teor de sódio, etc.) não estão reguladas e podem ser enganosas, confusas ou não ter importância alguma.

(mais…)




Dr. José Luiz Setúbal
Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

Alergia alimentar e população carente

O interessante estudo, “As disparidades socioeconômicas do Impacto Econômico da Alergia Alimentar na Infância“, publicado na edição de maio da revista Pediatrics examinou o grau de disparidades em medicina associados com alergia alimentar em todos os grupos socioeconômicos.

(mais…)




Dr. José Luiz Setúbal
Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

Alergias alimentares na Escola

A alergia alimentar afeta cerca de 1 em cada 25 crianças em idade escolar e é um gatilho comum de anafilaxia, reação alérgica grave, potencialmente fatal, e sistêmica.

(mais…)




Dr. José Luiz Setúbal
Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.
Páginas12345678