11 2155-9358
Institucional Blog Pesquisas CEP FJLES Cursos
Data inicial
Estágio Hospitais Boletins Releases Parcerias
Ícone Data Final
Busca rápida
Busca avançada
Institucional Voluntariado Parcerias Releases Boletins
Data inicial
Núcleos Cursos Estágios Hospitais Blog
Ícone Data final
Busca rápida
Busca avançada
patricia_marinho_Você_sabe_observar_a_brincadeira_dos_seus_filhos_11_07_2016

Todos os meses a gente entrevista especialistas em desenvolvimento infantil para a coluna “Importância do Brincar” do Tempojunto. Em uma delas, a psicóloga Patrícia Garcia falou uma frase que não vou mais esquecer: “a brincadeira é uma chave de ouro para entender nossos filhos”. 

 

Pois um dos segredos para entender os nossos filhos é justamente observá-los enquanto brincam. Neste momento, vários aspectos do seu desenvolvimento cognitivo, motor e socioemocional vêm à tona. Para notar esses aspectos é fundamental conseguir se dedicar à esta observação, e não apenas estar presente fisicamente enquanto a cabeça está pensando na lista de tarefas da casa. É preciso estar lá, naquele momento, integralmente.

 

Uma das coisas que mais tenho aprendido com as minhas observações, principalmente com minha filha mais nova, de dois anos e meio, é como é importante aprender a respeitar o tempo das crianças. E que difícil é isso!

 

Seja porque a gente quer seguir uma rotina, seja porque estamos cheios de tarefas para cumprir, a gente acaba impondo um ritmo intenso para a vida das crianças. Elas sempre precisam fazer o que gente quer, na hora em que determinamos. Que pena.

 

Eu comecei a me policiar e percebi que poderia mudar um pouco esta prática deixando a minha filha me mostrar um pouco o ritmo dela. Agora, se ela fala “só mais um pouquinho, mamãe”, eu procuro entender o que elá está fazendo e, no mínimo, negocio que ela vai poder terminar, mas depois ela tem que fazer o que estou falando. É impressionante como este pequeno detalhe está fazendo uma enorme diferença na nossa relação. 

 

Outro aprendizado inestimável tem sido o de deixar a minha filha conduzir as brincadeiras que estamos fazendo juntas. Ao invés de em aborrecer algo não estar saindo como o esperado, vejo quanta criatividade ela traz para a mesa quando faz as atividades propostas do seu jeito.

 

Dá próxima vez em que você estiver observando o seu filho brincar, experimente desligar o celular, se esqueça por alguns minutos da sua lista de tarefas, e se permita aprender mais sobre a sua criança e a relação que você tem com ela.

Avatar
Patrícias Camargo e Marinho
Patricia Marinho, publicitária de formação, é a criadora do Tempojunto, um projeto que traz dicas de brincadeiras para serem feitas em qualquer situação. Junto com sua sócia, a jornalista Patricia Camargo, querem mostrar a importância da brincadeira para as crianças e para o vínculo afetivo positivo entre pais e filhos.

Postagens Relacionadas