11 2155-9358
Institucional Blog Pesquisas CEP FJLES Cursos
Data inicial
Estágio Hospitais Boletins Releases Parcerias
Ícone Data Final
Busca rápida
Busca avançada
Institucional Voluntariado Parcerias Releases Boletins
Data inicial
Núcleos Cursos Estágios Hospitais Blog
Ícone Data final
Busca rápida
Busca avançada
 

Voluntariado

Quem somos:
O voluntariado do Hospital Infantil Sabará é composto  por um grupo  constituído por uma secretária,  uma coordenadora e uma diretora  responsáveis pela gestão dos voluntários. Para pertencer ao grupo de voluntários o indivíduo participa de uma formação a respeito da condição da criança enferma do desenvolvimento infantil e do ambiente hospitalar. Participa ainda de oficinas a respeito de brincadeiras, contação de histórias e rodas de conversa na presença de um profissional da psicologia.  A nossa missão é ajudar as crianças e suas famílias em situação hospitalar a enfrentarem positivamente a situação imposta devida aquela internação ou às muitas internações em nosso hospital.
O Voluntariado do Hospital Infantil Sabará iniciou suas atividades no ano de 2011 em parceria com a Associação Viva e Deixe Viver presidida pelo Prof. Valdir Cimino.

Inscreva-se no Programa de Voluntariado

Missão:
Acolher a criança e seus familiares oferecendo atividades práticas que ajudem na diminuição do estresse causado devido à hospitalização.

Valores:
Nossos valores estão pautados em princípios humanistas. Acreditamos que nossos voluntários estarão aptos a estabelecer relações com nossos pacientes e seus familiares, baseados nos conceitos de equidade, respeito e compaixão.

Visão:
Tornar a vivência da experiência do paciente e de seus familiares durante o período de hospitalização uma vivência possível e real em suas vidas, bem como passível de superação positiva.

Nosso grupo hoje possui mais de 100 voluntários atuantes, mas para que chegássemos a esse número foram feitas muitas formações para voluntários, sendo duas em 2011, quatro em 2013 e finalmente 5 em 2014. O total de pessoas formadas foi de 1189.
Trabalhar em um Hospital infantil não é tarefa fácil, para nossos voluntários não é menor pois eles brincam crianças enfermas. A preparação de nossos voluntários consiste de encontros de oficina e supervisão de suas atuações. Brincar com nossas crianças requer

2.1- um equilíbrio emocional muito grande e por isso, neste ano tornamos a atividade de roda de conversa uma supervisão com a equipe de psicologia do hospital. Na roda de conversa ocorre compartilhamento de experiências e orientação do profissional de saúde bem como suporte emocional.

2.2- conhecimento do desenvolvimento infantil para adequar as atividades à idade do paciente. Na formação e em algumas rodas de conversa ressaltamos as fases de desenvolvimento infantil sob a perspectiva de Jean Piaget ministrada pelo nosso assessor Prof. Dr. Lino de Macedo.

2.3 – repertório de brincadeiras

2.3.1 – levando-se em conta o desenvolvimento infantil e a integralidade de qualquer ser humano nas vertentes bio psico social desenvolvemos atividades com materiais diversos para que nossos pacientes possam se expressar por meio de desenhos, músicas e histórias

2.3.2 – realizamos oficinas de brincadeiras para oferecer repertório de brincadeiras aos nossos voluntários a brincarem adequadamente com nossos pacientes levando em conta sua situação clínica, social e psicológica

2.4 Brinquedos – muitas vezes é necessário um brinquedo para brincar com uma criança, porém o brinquedo pode ser desenvolvido por pais, educadores ou profissionais da saúde.

2.4.1 –  desenvolvemos uma caixa mágica (Aline Aparecida Carneiro de Souza – voluntária e Prof. Dr. Lino de Macedo) que consiste de uma série de materiais escolares além de outros elementos como lupa ou bússola (figura 1). Essa caixa é muito utilizada pelos voluntários e pode ser replicada em hospitais públicos devido ao baixo custo. Nessa mesma linha de raciocínio desenvolvemos o “cesto dos tesouros” que consiste de utensílios domésticos que podem ser utilizados por bebes sem perigo. Esse é outro projeto que pode ser replicável em hospitais públicos devido ao baixo custo. (Prf.a. Dr.a. Sandra Mutarelli e Prof.Dr. Lino de Macedo)

canetas

Caixa Mágica

 

Cesto dos Tesouros

Cesto dos Tesouros

2.5 – Higienização dos brinquedos

2.5.1 – Brinquedos de plástico são higienizados em um laboratório de higienização projetado pela nossa equipe em colaboração com a equipe de engenharia e a equipe de controle de infecção hospitalar. Os brinquedos são higienizados pelos voluntários que ao saírem dos quartos dos pacientes levam consigo os brinquedos justificando a necessidade de higienização para que outra criança enferma possa brincar. Esse é um projeto denominado criança cidadã, no qual todas as crianças tem acesso aos brinquedos porém só enquanto estão com o voluntário, evitando assim a perda de brinquedos e o acesso de brinquedos a todas as crianças.

2.6 – Festividades
Sabemos da importância de tornar o ambiente hospitalar mais humanizado, por isso, em colaboração com a hospitalidade e a equipe de humanização realizamos as seguintes festas comemorativas: comemorações de carnaval, páscoa, festa junina, dia das crianças, natal. Essas festas são comemoradas na brinquedoteca e todos os pacientes internados são convidados. Imprimimos um convite e entregamos nos quartos da Unidade de Internação e UTI uma a um.

Os aniversariantes que estão internados também tem uma pequena festa em seu quarto e recebe um pequeno presente.