PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
A prática esportiva contra a obesidade
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
A prática esportiva contra a obesidade

A prática esportiva contra a obesidade

02/08/2012
  1770   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Pesquisa americana frisa a importância das atividades físicas na adolescência

Vivemos em um tempo cuja preocupação com a obesidade, seja ela em crianças ou em adultos, é constante. Muitas vezes, sabemos o que fazer para evitar esse quadro, mas fatores da nossa rotina, tais como violência urbana e o sistema de transporte caótico, presentes na vida de moradores de grandes centros urbanos brasileiros como São Paulo, nos impedem de enxergar o que acontece ao redor.

Para os pais preocupados com essas questões, aí vão as conclusões de um trabalho publicado recentemente na revista Pediatrics:

Os pesquisadores envolvidos no estudo “Influence of Sports, Physical Education, and Active Commuting to School on Adolescent Weight Status” entrevistaram 1.718 estudantes do ensino médio de New Hampshire e Vermont para coletar informações que determinassem o nível de participação em atividade física relacionadas à altura e ao peso.

No ano passado, adolescentes que jogavam três ou mais esportes eram 27% menos propensos a ter excesso de peso e tinham 39% menos chances de serem obesos, se comparados àqueles que não fazem qualquer atividade esportiva.

O deslocamento ativo, como andar de bicicleta ou a pé para a escola, não foi relacionado com o fator sobrepeso de forma significativa, mas foi associado com a probabilidade reduzida de obesidade. Aulas de educação física para adolescentes parecem ter pouco impacto sobre o status de peso. O estudo sugere que a alta participação da instituição de ensino nos esportes, que agrega práticas regulares e competições, reduz o excesso de peso e a obesidade, porque envolve a participação moderada a níveis de atividade extenuante.

Os autores do estudo concluem que o aumento das oportunidades para todos os adolescentes, independentemente da capacidade atlética para participar de esportes, deve ser uma prioridade nos esforços de prevenção da obesidade.

Por: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: “Influence of Sports, Physical Education, and Active Commuting to School on Adolescent Weight Status” in the August 2012 issue of Pediatrics (published online July 16)

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade