PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Como preparar uma lancheira saudável
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Como preparar uma lancheira saudável

Como preparar uma lancheira saudável

10/08/2011
  825   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Durante o período escolar, as crianças apresentam um gasto energético significativo nas atividades exigidas na escola. Para garantir que seu pequeno tenha energia suficiente para brincar, pular e ainda voltar para a aula com muita disposição, o lanche deve ser composto pelos nutrientes adequados, que levem em conta as necessidades nutricionais e a aceitação das crianças. Ao contrário do que muitos pensam, o lanche não é o vilão que tira o apetite das crianças antes do almoço ou jantar. O tipo e a quantidade dos alimentos nesse horário é que devem ser selecionados.

ALIMENTOS  ENERGÉTICOS

– PÃES: francês, de forma, integral, preto, bisnaguinha, mini sírio, com gergelim, caseiro, de cenoura, de batata.

– BISCOITOS: integrais, salgados ou doces (sem recheio e sem cobertura).

– BOLOS: simples (sem recheio e sem cobertura): fubá, chocolate, cenoura, laranja, pão-de-ló.

– CEREAIS MATINAIS: à base de milho, aveia ou arroz.

– BARRAS DE CEREAIS: normal ou mini.

ALIMENTOS CONSTRUTORES

– QUEIJOS: mussarela, minas fresco, minas padrão, ricota, requeijão, cream cheese.

– FRIOS MAGROS: blanquet de peru , presunto(magro).

– LEITES: puro (integral ou semi-desnatado), fermentado, achocolatado.

– BEBIDAS A BASE DE SOJA.

– IOGURTES: simples, com mel ou com frutas. Petit-Suisse.

* Lembre-se que esses alimentos devem ser mantidos em garrafas ou lancheiras térmicas.

É importante combinar uma opção de cada um dos grupos: energéticos (fonte de carboidrato), construtores (fonte de proteínas) e reguladores (fonte de vitaminas e minerais).

ALIMENTOS REGULADORES

Frutas (as mais práticas são as que podem ser consumidas com casca ou cuja casca pode ser retirada com facilidade (maçã, banana, pêra, mexerica, uva).

Para variar pode-se utilizar frutas secas.

Sucos: natural, de polpa, de garrafa, de caixinha.

Água de coco.

 

Exemplos de combinações:

– Pão de forma integral + queijo branco+ suco de fruta;

– Biscoito de aveia + Bebida a base de soja + fruta;

 

ORIENTAÇÕES GERAIS

– Evite os alimentos ricos em gordura e açúcar, como biscoitos recheados, salgados fritos, salgadinhos, refrigerantes;

– Se optar por alimentos indutrializados, leia sempre o rótulo e prefira produtos que são livres de gordura trans, e preferencialmente sem corantes e conservantes;

– Procure variar o cardápio para a criança não enjoar do lanche;

– Lembre-se que a apresentação dos alimentos é muito importante. Tente fazer um lanche colorido. Quanto mais colorido, mais bonito e mais saudável;

Lembre-se que é importante que a criança participe da escolha e montagem da lancheira !

Enviado por Adriane Alves Marichesete Varella

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

  • Até que olhando as dicas, não estou muito fora quanto a lancheira da minha pequena.

    Todos os dias tem uma fruta.
    E vou variando o resto com pãezinhos, iogurtes, barrinhas de cereais, biscoitos (sem recheio), bolos, etc…

    Fiz um cardápio e preguei na geladeira, justamente para variar e ela não enjoar…

    Estou no caminho certo…

  • Renata polizel do Val disse:

    Oi, minha filha tem 6 anos e 4 meses, está com o colesterol total alto, 196,0mg/dl, isso muito me preocupa, pois minha filha é a pessoa mais chata pra comer resumindo não come nada, só agora de vez enquanto toma um gole de refrigerante até então nunca tomou, doces e bolachas recheadas não gosta, não gosta de leite condensado, nunca tomou leite, mamou até 2 anos, o lanche da escola é tomate brócolis cenoura torrada, não come batata frita, dificilmente faço fritura em casa, bom não come fruta só de vez enquanto, tomava 6 toddynho por dia, consegui reduzir pra dois, faz natação ballet escola inglês, muitas atividades físicas… Como pode ter colesterol? Colesterol tb fica ruim na deficiência de algum alimento diário? Pois do que come impossível pois come pouco o que devo fazer? Preciso de ajuda

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Renata, sem exames não temos como diagnosticar o motivo pelo qual sua filha está com o colesterol alto. Recomendamos que a leve a um médico para que ele possa apontar um diagnóstico preciso. Acompanhamento com um nutricionista também pode ser uma boa saída para ajudá-la a resolver esta questão. Abraços.

  • Maite Vaz Dalla Costa disse:

    olà boa tarde, minha filha tem 7 anos, como quase toda minha familia tem colesterol rium alto eu resolvi fazer um exame nela, e deu super alterado, ela esta com 229. estou preocupada, e tambem os hematòcritos estao um pouco acima, o normal e de 39,0 % e ela esta com 39,10%.. Somente com uma dieta eu consigo normalizar esse colesterol?

    Muito obrigada

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade