11 2155-9358
Institucional Blog Pesquisas CEP FJLES Cursos
Data inicial
Estágio Hospitais Boletins Releases Parcerias
Ícone Data Final
Busca rápida
Busca avançada
Institucional Voluntariado Parcerias Releases Boletins
Data inicial
Núcleos Cursos Estágios Hospitais Blog
Ícone Data final
Busca rápida
Busca avançada

Os acidentes mais graves com adolescente ocorrem à noite. A condução noturna é mais perigosa por conta da visibilidade limitada, fadiga e motoristas bebendo na estrada.

Com uma Licença de Nível 2 , os adolescentes americanos não podem dirigir da meia-noite às 5 da manhã. No Brasil não existe esta limitação. Entretanto, muitos acidentes graves de motorista adolescente ocorrem entre as nove horas e meia-noite.

Recomendação para os pais:

Estabeleça uma restrição para a condução noturna sem supervisão de um adulto para seu filho adolescente durante os primeiros meses com uma licença e vá liberando gradualmente à medida que seu filho adquira mais experiência de condução.

O gráfico abaixo, mostra a proporção de acidentes fatais em acidente automobilísticos em relação a idade e durante o dia (azul) e durante a noite (vermelhos). Chama a atenção que entre 16 e 18 anos ocorram mais acidentes durante o dia e durante a noite dos 16 aos 25 anos.

dr_setubal_Dirigir_a_noite_Perigo_para_adolescentes_24_03_2017_02

Apesar de procurar, não achei dados em relação a isso no Brasil, mas sabemos que a principal causa de mortes de jovens menores do que 25 anos é acidente de carros.

 

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Fonte Checkpoints ™ é uma marca comercial da USDHHS, © 2010 The Regents da Universidade de Michigan. Todos os direitos reservados.

A informação contida neste Web site não deve ser usada como um substituto para o cuidado médico eo conselho de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que seu pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Avatar
Dr. José Luiz Setúbal
Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas