PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Estímulo à leitura
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Estímulo à leitura

Estímulo à leitura

17/08/2011
  706   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

A criança na faixa etária dos 12 aos 18 meses está em pleno desenvolvimento da linguagem e da fala. Neste momento, a possibilidade de se comunicar oralmente está desabrochando e se ampliando. A criança é capaz de se expressar verbalmente por palavras ou até frases simples.

Diferente da fase anterior, de bebê, quando a mãe ou o cuidador interpreta e ” fala ” por ela; agora a criança mesma, procura dentro de seu repertório de expressões, a palavra que melhor se encaixa, para definir e externalizar, o que ela sente, deseja ou quer contar.

Neste período, o “mundo das palavras” da criança está absorvendo, ampliando e guardando as novas expressões, neste arquivo que foi iniciado desde o nascimento, permitindo o aumento e a ampliação de seu repertório verbal.

O interesse da criança por palavras novas, por expressões, e mesmo sons diferentes fica aguçado.  A importância da estimulação nesta fase do desenvolvimento infantil é fundamental, e ela pode ocorrer através da música, de histórias lidas ou inventadas, da conversa e do diálogo constante. E são formas diferentes de favorecer a curiosidade infantil, ajudando o desenvolvimento da fala e o acréscimo do vocabulário infantil.

E esta estimulação pode estar embutida no dia a dia. Tudo pode ser explorado!  Uma situação de trânsito pode virar um conto engraçado! A hora do banho po de ter canções próprias. A hora do almoço po de ter arroz e feijão falantes.

A criança deve, também, ser estimulada a participar e a ter voz ativa. A criar ela mesma, suas histórias a partir de figuras ou pessoas que viu na rua, no supermercado ou na escola.

 

Enviado por Flávia Ilha (fonoaudióloga)

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

  • pamela disse:

    Oi.
    Gostaria de saber o que posso fazer para o meu filho falar, ele tem dois anos e não fala nada, o médico disse que é normal, mas eu estou preucupada. Me ajude.

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Pamela.

      Uma criança de 2 anos deve falar algumas palavras, evidentemente que algumas falam mais que outras. Acredito que ele deva falar algumas palavras, como mama e papa; e sons que referem a palavras como “bo” (bola) “aua” (agua) “não”, etc… que talvez você não esteja contanto como palavras. Crianças que convivem mais com adultos demoram mais para falar, pois as pessoas entendem o que ele quer, portanto não precisam se esforçar.

      Tenha paciência que ele falará em breve.
      Equipe Hospital Infantil Sabará.

  • Luciana Cini disse:

    Parabéns!!! A minha princesinha tem 1ano e 8 meses e sempre ganha livros…
    E os adora!!!

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade