PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Fimose: o que é?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Fimose: o que é?

Fimose: o que é?

11/08/2011
  1489   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

O prepúcio é a pele que recobre a glande. Todos os meninos nascem com o prepúcio bastante aderido à glande. Entretanto, com o crescimento, a liberação natural de uma substância lubrificante (“esmegma”) e de episódios de ereção espontânea, essa aderência vai diminuindo até permitir a exposição completa e repetida da glande. Não há uma idade definida em que a glande possa ser completamente exposta. Em algumas circunstâncias, a aplicação de pomadas pode acelerar esse processo. Da mesma forma que nenhuma criança vai para a universidade usando chupeta, ninguém chega lá com essas aderências não desfeitas, desde que o prepúcio não tenha esse formato anelar.

Em algumas crianças, o prepúcio tem caráter anelar e não permite a exposição da glande, mesmo quando já não existem aderências com a glande. Em outras, esse anel é tão estreito que há retenção de urina nessa área induzindo a ocorrência de infecções urinárias ou mesmo na região do prepúcio (“balanopostite”).

Fimose – quem operar ?

A cirurgia de fimose, chamada de postectomia ou circuncisão, consiste na ligadura do freio prepucial e a ressecção parcial ou total do prepúcio. O freio é uma fina banda fibrosa que liga a pele do prepúcio à glande do pênis. se a às vezes impedindo a sua exteriorização. A cirurgia está indicada em 3 situações:

1) estética-funcional – para algumas pessoas, o pênis circuncisado tem melhor aparência, permite higiene mais fácil e evita certo desconforto durante o intercurso sexual. Considerando que tais critérios são subjetivos, muitos pais aguardam o crescimento da criança para que ela própria possa decidir sobre essa indicação na adolescência ou já adulto;

2) médica – episódios repetidos de infecção na glande, anel prepucial estreito e que não permite a exposição da glande, estrangulamento prepucial quando há exposição da glande mas o anel é estreito (“ampulheta”), falta de higiene. Para algumas populações, a cirurgia aparentemente diminuiria a transmissão de HPV e HIV e a incidência de câncer de pênis;

3) religiosa-cultural – para algumas religiões, como o judaísmo, a circuncisão tem caráter simbólico. Em alguns países ou etnias, a circuncisão é tradicionalmente realizada como parte da identidade cultural daquele grupo.

Fimose – quando operar ?

Nos casos em que há indicação religiosa-cultural, o procedimento é realizado conforme as exigências ritualísticas, geralmente nos primeiros dias de vida. Nos casos de indicação estética-funcional, muitos pais aguardam que a própria criança decida quando estiver madura suficiente para tal ou, algumas vezes, assumem tal responsabilidade e solicitam o procedimento, geralmente na fase pré-escolar. A indicação médica geralmente ocorre enquanto a criança é ainda lactente, mesmo antes da retirada das fraldas, ou, no mais tardar, na fase pré-escolar.

 

Enviado por Wagner Marujo

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

  • joao vargas disse:

    otimas informações, ainda bem que existe pessoas que não pensam so em si propria.

  • Junior disse:

    Oi Mor,
    Achei esta matéria sobre fimose que informa bem o que é assim a gente não precisa ficar preocupado com nosso bebe qualquer alteração o médico ira indicar ou a massagem ou a cirurgia
    Bjos
    TE AMO

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade