PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Fique atento às doenças respiratórias no outono
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Fique atento às doenças respiratórias no outono

Fique atento às doenças respiratórias no outono

22/03/2012
  556   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Nesta época do ano, os prontos-socorros ficam mais cheios, devido o aumento do número de casos de problemas nas vias aéreas

Nesta semana começou o outono, com ele vem aqueles dias maravilhosos de sol, sem nuvens e com calor durante o dia e um friozinho gostoso à noite. Tudo parece lindo e perfeito, mas não é, pelo menos em se tratando de doenças de crianças.

Este tempo quente e seco faz com que ocorra uma piora da qualidade do ar, com aumento de partículas e da poluição. Além disso, há uma grande variação de temperatura entre o dia e a noite. Tudo isso facilita o surgimento de doenças respiratórias em crianças, principalmente até os 4 anos de idade e naquelas mais suscetíveis às enfermidades alérgicas como bronquite, asma, rinites, sinusites etc. Por esta razão, os prontos-socorros infantis da cidade ficam abarrotados nesta época do ano.

Para se ter uma ideia, em janeiro deste ano, atendemos no Pronto Socorro do Hospital Sabará cerca de 6.500 crianças, esperamos receber neste mês em torno de 12.000 e nos próximos dois um pouco mais do que este número.

Tente minimizar os problemas respiratórios de seus filhos pequenos, evite aglomerações, lugares fechados e pessoas com resfriados ou infecções de vias aéreas. Ofereça muito líquido ao pequeno, e se o nível de umidade do ar cair muito, usar um umidificador ou colocar uma vasilha com água no quarto da criança. Inalações com soro fisiológico também podem ajudar.

Por Dr. José Luiz Setúbal
Presidente da Fundação Hospital Infantil Sabará

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

  • Rafaela disse:

    Eu bem que sei disso… Meu filho tem 5 anos e todo ano ele sofre com muita tosse no outono… Passa praticamente a estação inteira tomando xaropes, antialérgicos, fazendo inalação com soro, pingando soro no nariz. A tosse varia entre seca e com catarro ao longo da estação, mas vai passar mesmo, de vez, quando está no fim da primavera. Já não sei mais o que fazer. Alguma sugestão?

    • Equipe Sabará disse:

      Rafaela, realmente as crianças ficam mais doentes de doenças respiratórias no outono e na primavera, geralmente melhora após os 4 a 5 anos, mas as crianças mais alérgicas vão continuar tendo estas tosses. Obrigado.

  • andreza pires rosa disse:

    gostaria de saber se tem algum remedio ou complexo q proteja da gripe??q aumente a imunidade da minha filha de 2 anos e meio

    • Equipe Sabará disse:

      Oi Andrezza, tudo bem? A melhor forma de prevenir contra a gripe é tomar a vacina e lavar bem as mãos sempre que necesário. Muito obrigado. =]

  • Suzana Dos Santos Dias disse:

    alguém por favor podem me ajudar,tenho uma filha chamada Vanessa pois ela tem uma sinusite cronica,,eu acho q é isso já não guento mais é 15 em 15 dias doentes por favor alguem me ajuda se eu for escrever tudo q ela tem não vai caber que deus toque no coração de algum medico e me ajude ja fiz de tudo q estava no meu alcançe ate sai do serviço pra cuodar dela ,,,obrigada

    • Equipe Sabará disse:

      Suzana, é muito difícil ajudar a resolver problemas à distância. Procura um serviço médico (público ou privado) e tente resolver o problema de sua filha. Ir somente ao pronto socorro não vai ajudar a tratá-la, pois provavelmente ela precisa fazer exames e de um acompanhamento médico. Obrigado.

  • Equipe Sabará disse:

    Olá Tony, sua dúvida foi encaminhada ao nosso corpo clínico e em breve lhe daremos uma resposta. Abraços! 🙂

  • Julio Cesar Albano disse:

    Gostaria de saber diferenciar uma sinusite, de uma alergia e uma renite.

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Julio, sua dúvida foi encaminhada ao nosso corpo clínico e em breve lhe daremos uma resposta. Abraços! 🙂

    • Equipe Sabará disse:

      Julio, sinusite é uma infecção dos seio para nasais, ou seja, um espaço vazio (seios) dentro dos ossos do rosto. Elas podem ocorrer nas renites, que são alergias das vias aéreas superiores (nariz). Alergia é uma reação do organismo a um elemento estranho. Abraços! 🙂

  • carmen susana disse:

    Olá me chamo Carmen e tenho um filho de 8 meses , até os sete meses ele nunca avia tido nada ,mas agora esta dando td ao mesmo tempo….primeiro ele est resfriado com um pouco de catarro no peito eo nariz sempre congestionado o pediatra dele receitou AMOXILINA E PEDINISOLONA E EBULIZÇÃO…enquanto ele fazia o tratamneoto ele começou a ter vomitos e febre não ai levei ele novamente e era garganta e agora ele esta tmando AZITROMICINA, ELE TBM ESTA COM TOSSE ,O NARIZ CONTINUa CONGESTIONADO ,ESPIRRANDO E MUITO INJOADO…E ELE TBM ESTA TOMANDO O decongex plus.Ai eu pregunto se caso ele est tomndo a medicação certa e essa gripe vai passar rapido…?Me dói ver meu bebê assim,mesmo nesss condições ele sorri muito pra mim…rs
    o bom é q ele ainda mama muito ou melhor ,ele só quer mamar,tenho medo que fique deidratado ,procuro dar ele o maximo de mama e liquido possivel…

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Carmen. Sua dúvida foi encaminhada ao nosso corpo clínico. Em breve lhe encaminharemos uma resposta. Abraços!

    • Equipe Sabará disse:

      Carmem, após os 6 meses as crianças perdem a proteção que é transmitida durante a gravidez e ficam mais suscetíveis a ter doenças , pricipalmente as causadas por vírus. Tenha paciência e converse com seu pediatra, pedindo orientações. Abraços! 🙂

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade