PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Hospitalização por afogamento é menor entre jovens
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Hospitalização por afogamento é menor entre jovens

Hospitalização por afogamento é menor entre jovens

03/04/2012
  303   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Pesquisa realizada nos Estados Unidos revela que número de internações por afogamentos diminuiu 49%

Em um recente trabalho realizado por pesquisadores do famoso Hospital Johns Hopkins, em Washington, nos EUA, foi mostrado um declínio de internações por afogamento, em jovens maiores de 16 anos. No Brasil, não temos esses dados disponíveis em algum sistema.

Nos Estados Unidos, o afogamento é responsável por quase 1.100 mortes a cada ano, entre crianças e jovens de 1 a 19 anos de idade. É a segunda principal causa de morte por lesão intencional nessa faixa etária. Para cada óbito por afogamento pediátrico, outras duas crianças são hospitalizadas, após lesões não fatais de afogamento.

No estudo: “Trends in US Pediatric Drowning Hospitalizations, 1993-2008” foi analisado um banco de dados de internação hospitalar associado ao afogamento. Durante o período da pesquisa, houve diminuição de 49% dos casos: de 4,7 internações a cada 100 mil hospitalizações foi para 2,4 a cada 100 mil.

A taxa de hospitalização para os meninos permaneceu superior em comparação à das meninas. No entanto, de um modo geral, os números diminuíram para todos os grupos etários e para ambos os sexos.

Os números de hospitalização por afogamento fatal caiu de 0,5 mortes a cada 100 mil casos para 0,3 mortes a cada 100 mil.

Os estudos oferecem uma referência que pode ser usada para futura prevenção de afogamento e para orientar sobre intervenções em locais de alto risco. Pesquisa semelhante poderia ser feita no Brasil, com levantamento de dados pelo DATASUS ou pelo sistema de notificação de internação dos hospitais, desde que essas informações sejam coletadas de forma segura.

Por Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: “Trends in US Pediatric Drowning Hospitalizations, 1993-2008”, in the February 2012 Pediatrics (published online Jan. 16)

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade