PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
O abraço mágico
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
O abraço mágico

O abraço mágico

31/07/2012
  1181   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Leia a história real de um elo de irmandade salvador de uma vida

Para todos que se emocionaram como eu com a postagem no nosso Facebook, sobre as gêmeas abraçadas, leia a história completa que encontrei no site Prematuridade, transcrita abaixo:

Simplesmente LINDA essa história! O poder do amor é infinito mesmo…

Kyrie e Brielle Jackson nasceram dia 17 de outubro de 1995, no Memorial Hospital de Massachusetts em Worcester, nos Estados Unidos. Cada uma das gêmeas pesava em torno de 900g e foram colocadas em suas respectivas incubadoras. Porém, uma delas tinha poucas chances de sobreviver.

Kyrie ganhava peso nos dias que seguiram ao nascimento, mas a irmã Brielle não estava bem. Ela havia chorado muito, o que a deixou ofegante e arroxeada.

Naquela ocasião, Brielle se via em um dia particularmente ruim. A enfermeira da UTI Neonatal, Gayle Kasparian, tentou de tudo para acalmá-la. Ela segurou Brielle no colo, fez com que o pai fizesse o mesmo, envolveu a pequena em um cobertor, aspirou seu narizinho, mas nada funcionou.

Então, Gayle lembrou-se de um procedimento feito na Europa, em que gêmeos eram colocados juntos na mesma incubadora. Contudo, isso era contra as regras do Massachusetts Memorial Hospital. Mas, sabendo que a pequenina tinha pouco tempo de vida, ela colocou Brielle junto à irmã Kyrie e contrariou as regras do hospital.

Kyrie, o bebê saudável, aconchegou-se ao lado de Brielle e colocou o braço sobre a irmã, em um abraço carinhoso. Quase que imediatamente, a taxa de batimentos cardíacos do bebê menor estabilizou-se e a temperatura corporal voltou ao normal. O nível de saturação, que tinha sido assustadoramente baixo, normalizou-se. Brielle começou a respirar com facilidade. O choro inconsolável parou e a coloração rosada da pele rapidamente retornou.

Nas semanas seguintes, a saúde de Brielle melhorou de forma contínua na nova, e menos solitária, incubadora. As crianças sobreviveram às dificuldades iniciais após o nascimento e, depois de algum tempo, voltaram ao lar com os pais. Da última vez que se ouviu falar delas, Brielle e Kyrie eram meninas em idade pré-escolar e viviam muito saudáveis.

Quando a mudança dramática na vida Brielle ficou óbvia para os funcionários do hospital e para a comunidade, Chris Christo, do jornal Worcester Telegram & Gazette, foi ao local e tirou uma foto das irmãs juntas. Esta fotografia se tornou famosa de imediato e apareceu na revista Life e na Reader’s Digest.

A saber…

Outra técnica utilizada para estabilizar bebês prematuros é o Método Canguru, que acontece por meio do contato prolongado pele a pele com os pais e outros cuidadores. A criança vestida apenas com uma fralda é coberta por uma manta e colocada contra o peito nu da mãe ou do pai.

O método também é eficaz em bebês prematuros que estão extremamente frágeis e têm a pele superfina. Estudiosos garantem que a técnica pode ter efeitos surpreendentes, tais como uma taxa de batimentos cardíacos mais estáveis, melhora na respiração, maior bem-estar, melhora da qualidade do sono, entre outros.

Por Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Histórias Reais | “O Abraço Mágico e The Rescuing Hug

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

  • IVONE FRANCISCO DE ARAUJO disse:

    graças a DEUS que essa enfermeira ajudou esses bebes pois eu acredito que DEUS enviou um anjo sem asas para ajuda-los amo crianças passei por um momento dificil em minha vida a 21 anos atras minha familia não aceitavam minha gravides hoje graças ao BOM DEUS meu filho tem 21 anos DEUS ABENÇOE A TODOS AMÉM …..

  • maria de fatima gomes cornélio disse:

    linda historia do abraço magico. mas o que aconteceu com a enfermeira gayle?

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Maria, sua dúvida foi encaminhada ao nosso corpo clínico e em breve lhe daremos uma resposta. Abraços! 🙂

      • maria aparecida disse:

        fiquei muita emocionada com essa limda estoria sei como é dificío esses momentos quando eu tinha 16 anos tive a minha primeira filha ela nasceu com um problemas de saúde emagine uma criança cuidando de outra hoje ela esta com 16 anos ela tem raquitismo se trata no estituto das crianças nas clinicas nunca deixei de lutar pela a saúde dela hoje tenha 32 anos sou casada ha 16 tenho mais 3 meninos adolecente e uma menina de 8 mais graças a Deus nunca deixei de lutar Deus tem trabalhado muito na minha vi

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Maria. Muito obrigado pela participação. Infelizmente não sabemos lhe responder. Abraços! 🙂

  • Helenlice Molero disse:

    ABRAÇO AMIGO

  • vera disse:

    Fui mãe de gemeos aos 40 anos, ja tendo duas lindas moças, minha felicidade ficou plena desde então. Um ano antes de engravidar, pois nem pensava mais nisso, sonhei que estava dando a luz a eles, e o médico me mostrava o rostinho no sonho. Passou o tempo, esqueci o sonho e um ano após descobri que estava gravida de gemeos,quase morri de susto rsr, durante um ultrasom pude ver o rostinho deles, e era exatamente igual o do sonho, tenho certeza que Deus me enviou mais dois anjinhos, e na verdade era um sonho de garota, sempre disse que teria filhos gemos, a idade de meus 4 filhos, 30, 26, e os dois com 14, sou a mãe mais feliz e realizada desse mundo!!!

  • jordana ventura disse:

    Nossa que historia mais linda,um simples gesto mudou a via completamente dessa familis.Tenho gêmeos tembem e me emocionei com esse fato.
    abraços
    o abraço mágico

  • Denise disse:

    Linda mesmo! Obrigada por compartilhar nosso link. Nos colocamos à disposição. Parabéns pela excelente instituição que são.
    Um abraço carinho da amiga gaúca,
    Denise Centeno
    (editora do http://www.Prematuridade.com)

  • Isabella Fachinelli disse:

    Sou mãe de gêmeas prematuras e hoje com 3 anos, fortes e saudáveis são amigas inseparáveis ! Obra de Deus ! Linda história e isso mesmo ate hoje elas as vezes estão dormindo uma em costa na outra e se aconchega e lindo de ver!

  • simone rumao disse:

    sou mae de bebe prematura de 7mes ficou 2mes na uti tinha dificuldade de respirar hoje e perfeita com muito saude se chama laura rumao rosa deus abençoe e com as lutas que vencemos amem

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade