PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
O que colocar nas malas das crianças?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
O que colocar nas malas das crianças?

O que colocar nas malas das crianças?

15/06/2012
  371   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Mês das férias se aproximando, por isso, nada melhor que uma bagagem prática e compacta para os pequenos

Com o hábito de viajar com três filhos (Manuela, 5 anos, Joaquim e Pedro, gêmeos de quase 4), adquiri bastante experiência em fazer malas práticas, rápidas e com o menor volume possível. Pois, independente de ir de avião, de carro, trem ou ônibus, não dá para levar tudo o que se quer!

Considere o destino e a época do ano, ou seja, se vai para um lugar que está calor ou frio, pense nas roupas adequadas para as estações, mas não se esqueça de levar sempre peças da estação oposta. Às vezes, estamos na maior expectativa de frio e nos deparamos com um dia de calor e vice e versa. Portanto, esteja preparada!

A quantidade de roupas é muito relativa e depende da idade da criança ou do bebê, cada mãe sabe avaliar melhor quantas camisetas, shorts, calças e casacos levar, principalmente se for possível lavar roupa no destino de viagem. Se for o seu caso, melhor ainda, leve a menor quantidade que puder.

Eu costumo fazer listas de roupas, acessórios, itens de higiene, remédios e brinquedos que levarei em cada viagem. Isso facilita bastante, principalmente se for feito e pensado com antecedência. E considero que o que realmente faz volume são os acessórios e brinquedos, por isso, recomendo estratégia para esses itens. Por exemplo, se vai para a casa de algum parente e puder pegar emprestado carrinho, cadeirinha e banheirinha, você já economizou bastante espaço com a bagagem. Outra dica importante é de levar fraldas, lencinhos e leite em pó em quantidade necessária apenas para chegar ao destino. Então, assim que estiver instalada, vale a pena ir a um supermercado ou farmácia para abastecer o estoque. É uma forma de economizar espaço com as malas e não precisar carregar pacotes e mais pacotes de fraldas, por exemplo.

Pense em brinquedos que distraiam os filhotes, mas que não ocupem muito espaço também. Kits de pintura e desenho, massinha e quebra-cabeças fazem sucesso, prendem a atenção das crianças, não ocupam muito espaço e garantem diversão para dias de chuva, que, infelizmente, podemos enfrentar durante as férias…

O kit de remédios também merece atenção especial. Leve aqueles que os filhos já estão acostumados, como antitérmicos e antialérgicos, pomada para picadas de insetos, repelente, protetor solar, colírio, medicamentos para náuseas e enjoos, termômetro e até antibióticos. Não se esqueça que os antibióticos só podem ser comprados com receita médica. Eu recomendo aproveitar a próxima consulta com o pediatra para obter dicas mais específicas sobre essa “farmácia” de viagem e solicitar as receitas exclusivas em caso de emergência.

Cuidado e atenção com os sapatos! É comum levarmos vários pares, mas vale a pena avaliar melhor e levar somente o necessário, pois eles também ocupam bastante espaço nas malas. Não deixe de verificar se o destino oferece roupa de cama e banho. Se for necessário levar, não exagere, pois isso também faz bastante volume. Pense no número de dias que ficará fora e avalie quantas trocas deve levar.

Aprendi na prática como fazer malas para três filhos e, atualmente, sou bastante rápida e compacta. Cada mãe conhece bem as necessidades dos filhos, portanto as bagagens são muito pessoais, mas as minhas dicas mais valiosas são: organização, listas de itens e daí, é só relaxar e aproveitar a viagem! Boas férias!

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade