PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Os superpoderes que invejo
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Os superpoderes que invejo

Os superpoderes que invejo

03/05/2013
  609   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Eis uma listinha básica daqueles personagens incríveis que tem poder para tudo

crianças super-heróis

E então que depois de tantos anos em stand-by, me vejo convivendo com soldadinhos, super-heróis e criaturinhas mágicas e cheias de ginga.

E, logo, com essa cabeça loucamente pensante que Deus me deu e com a experiência que essa vida me acumula, dou uma atenção diferente aos brinquedos e aos desenhos animados.

Aí, percebi que mor-ro de inveja de certos carinhas…

Vem comigo!

Super-Homem: seria excelente arrancar a roupa de jornalista, invocar o “para o alto e avante” e parar num lugar lindo e calmo…;

Homem-Aranha: tomar picada que te dá superpoderes é muuuuito melhor que dengue, alergia e leishmaniose…;

Mulher-Maravilha: jato invisível seria superútil. Ô!;

Flash: tá que a gente já se vira nas míseras 24 horas que nos são disponíveis, mas imagina fazer tudo e ainda sobrar um tempinho pra drenagem linfática e limpeza de pele?;

Hulck: mudar de cor e sair pulando é tudo o que peço a Deus em algumas situações;

She-Ra: se lembram do grito “eu sou sheeeeee-raaaa”? Imagina que beleza reafirmar identidade e o amor próprio sem parecer louca e ainda sair de heroína?;

Tila, a guerreira: primeiro que tinha um amigo que, além de ser príncipe, era o He-Man. Depois que o alvo da minha inveja é a cinturinha, prontofalei;

Lion: sou mãe, né? Visão além do alcance é tudo o que quero, mais nada;

Supergêmeos, ativar: mas a inveja só vale se o poder for compatível com babás, professoras e demais colaboradores da administração doméstica (marido incluso);

Popeye: resolver todos os problemas do dia somente abrindo uma lata de espinafre (que não precisei lavar, tirar todos os agrotóxicos, picar e camuflar em alguma receitinha interessante);

Mestre dos Magos ou Mestre Yoda: ser ouvida, respeitada e seguida mesmo parecendo uma louca mal vestida e enrugada…;

Wolverine: poder da cura rápida? Quem não quer?;

Mística: “hoje tô a fim de ser a Bündchen, amanhã a Sharon Stone e depois a Meryl Streep” e só…;

Professor Xavier: ouvir e controlar pensamentos??? Ajudaria em certos momentos hein?;

Gato Felix: conseguir carregar tudo o que eu preciso mais tudo o que Isaac precisa sem parecer um cabideiro ou perder o estilo, seria o máximo;

Woody: otimismo e persistência mode on, sempre;

Buzz Lightyear: ter um botãozinho para mudança de idioma e personalidade quando conveniente;

Batman: só pelo carrão, vai… Ah! Pela moto também…;

Mulher Elástica: preciso explicar?;

Capitão Gancho: ter a atenção do Isaac só pra mim? Não ser ignorada pela cria? Seria tu-do;

Jane Jetson: ela tem a Rose, gente! A Rose!;

Ursinho Pooh: ser fofo e ter a buzanfa grande, sem culpa? A glória;

Superpateta: … … Ah! Esse eu já até sou (um pouco, tá?)…

assinatura-carol-v3 (3)

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade