PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Sobrepeso em jovens aumenta o risco de problemas no coração
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Sobrepeso em jovens aumenta o risco de problemas no coração

Sobrepeso em jovens aumenta o risco de problemas no coração

19/06/2012
  620   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Combinados à obesidade, hipertensão e colesterol alto são alguns dos fatores para o aparecimento de doenças cardiovasculares

Em tempos de crescimento de obesidade pelo mundo, a incidência de diabetes tipo 2 tem aumentado e é uma preocupação crescente entre os pediatras.

A doença cardiovascular é a principal causa de morte entre os adultos nos EUA. Ainda que, geralmente, os ataques cardíacos e derrames não ocorram até a idade adulta, os fatores de risco para coração estão frequentemente presentes na infância.

Um estudo publicado na revista Pediatrics de junho de 2012, examina esses fatores de risco em adolescentes em comparação à década passada.

Nesse estudo, 50% dos adolescentes com sobrepeso e 60% dos jovens obesos tinham um ou mais fatores de risco cardiovascular, além do fator peso, e 37% dos que tinham peso normal apresentaram pelo menos um fator de risco, durante o período do estudo, de 1999 a 2008.

A prevalência de pré-hipertensão/ hipertensão e lipoproteínas no limítrofe, o LDL (colesterol) não se alterou entre 1999 e 2008. No entanto, a prevalência de pré-diabetes/ diabetes aumentou significativamente, era 9% em 1999 e estava em 23% em 2008. Sendo que a prevalência de obesidade não cresceu durante o período de estudo, e os autores da pesquisa sugerem que isso possa explicar por que os outros fatores de risco cardiovasculares já mencionados também se estabilizaram.

A combinação mais comum de fatores de risco cardiovascular em crianças com sobrepeso e obesidade foi pré-hipertensão/ hipertensão e limítrofe-alto ou colesterol LDL aumentado (26%).

Os autores da pesquisa concluem que os resultados indicam que os adolescentes norte-americanos carregam um fardo substancial de fatores de risco cardiovascular, especialmente os adolescentes que estão com sobrepeso ou obesos; também acreditam que a adolescência represente uma janela de oportunidades para avaliar esses fatores de risco e promover estilos de vida saudáveis.

Estes alertas, acredito, também são válidos para os adolescentes brasileiros, mesmo que seja em porcentagem menor. Se seu filho estiver acima do peso, leve-o para o pediatra fazer uma avaliação e pedir exames se necessário.

Por Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Pediatrics – June 2012 – “Prevalence of Cardiovascular Disease Risk Factors Among U.S. Adolescents, 1999-2008,” examined data from nearly 3,400 adolescents aged 12 to 19 from the NHANES survey.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade