PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Terceira dose da vacina SCR
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Terceira dose da vacina SCR

Terceira dose da vacina SCR

10/12/2012
  579   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

A dose previne contra sarampo, caxumba e rubéola e é uma dica importante para quem vai viajar nas férias

Dose da vacina SCR

Em alguns países, como nos EUA, está ocorrendo surtos de sarampo e caxumba. Esse impasse ainda não inclui o Brasil, pois nosso governo tomou partido ao elaborar medidas de precaução em relação a isso.

A terceira dose de sarampo-caxumba-rubéola (vacina MMR ou SCR) pode ter ajudado a controlar um surto de caxumba em um ambiente altamente vacinado como Nova York, durante 2009 e 2010, segundo os resultados do estudo Impact of a Third Dose of Measles-Mumps-Rubella Vaccine in a Mumps Outbreak.

A maioria das pessoas da comunidade afetada, que relataram ter sintomas de caxumba ou sarampo, havia recebido previamente as duas doses recomendadas da vacina SCR (MMR). Ela foi oferecida aos grupos elegíveis entre 11 a 17 anos de idade. Após a intervenção da vacina, a caxumba diminuiu 96% nesse grupo de idade e diminuiu 75,6% no total da comunidade.

Este é o primeiro estudo conhecido para avaliar o impacto de uma intervenção com a terceira dose de vacina a um grupo específico de uma população altamente prevenida.

Talvez, para aquelas famílias que vão ao exterior nas férias de verão, possam conversar com seus médicos para ver a necessidade de tomar essa terceira dose de vacina.

Por Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Impact of a Third Dose of Measles-Mumps-Rubella Vaccine (Pediatrics – Dezembro 2012)

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade