PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Quando as crianças podem receber a vacina da covid-19 ou um reforço?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Quando as crianças podem receber a vacina da covid-19 ou um reforço?

Quando as crianças podem receber a vacina da covid-19 ou um reforço?

24/01/2022
  334   
  1
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Polêmicas à parte causadas pela ignorância do nosso presidente e do nosso ministro, as vacinas são a nossa melhor esperança para acabar com a pandemia da covid-19. Duas vacinas foram liberadas pela ANVISA e pelo comitê técnico do Ministério da Saúde para crianças de 5 a 11 anos. Também temos uma vacina disponível para crianças e adolescentes com 12 anos ou mais desde junho de 2021, e reforços estão autorizados para alguns adolescentes. Vacinas para crianças de 6 meses ou mais devem ser autorizadas a seguir, uma vez que os ensaios clínicos estão em andamento para crianças de 6 meses a menores de 5 anos.

As pesquisas mostram que essas novas vacinas são notavelmente eficazes e seguras. A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), assim como a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIn), incentivam crianças e adultos a receberem a vacina de covid-19 e o reforço assim que forem elegíveis. Ser vacinado e receber reforço é especialmente importante agora, com o aumento do número de casos provocados ​​pelas variantes delta e ômicron. Mais cepas contagiosas deverão aparecer e podem se espalhar rapidamente e infectar mais crianças e adultos.

Qualquer pessoa qualificada deve receber a vacina que estiver disponível. As vacinas para a covid-19 são gratuitas e fornecidas pelo SUS, estando disponíveis em muitos lugares de fácil acesso.

Quem pode obter uma terceira dose da vacina (mRNA)?

Em São Paulo, está apto para a dose adicional (dezembro 2021):

– Pessoas com mais de 18 anos que tomaram a última dose do esquema vacinal (segunda dose) há pelo menos 4 meses – desde 02/12/2021;

– Pessoas com mais de 18 anos que tomaram a vacina da Janssen há pelo menos 2 meses da 1ª dose serão vacinadas com a Pfizer. Mulheres que tomaram Janssen previamente e atualmente estão gestantes ou puérperas deverão ser imunizadas exclusivamente com imunizante da Pfizer;

– Pessoas com alto grau de imunossupressão com mais de 18 anos que tomaram a última dose do esquema vacinal (segunda dose) há pelo menos 28 dias.

Infelizmente, adolescentes com 12 anos ou mais com certas condições de saúde e para crianças de 12 anos ou mais com sistema imunológico enfraquecido, uma terceira dose ainda não está disponível no Brasil.

Segundo a Academia Americana de Pediatria, o reforço já é recomendado como parte da série primária em alguns casos (veja abaixo). A terceira dose é para ajudá-los a desenvolver o máximo de proteção possível contra o SARS-CoV-2, o vírus que causa a covid-19. A terceira dose da série primária é recomendada para aqueles que atendem a um dos seguintes critérios:

  • Estão em tratamento de câncer ativo para tumores ou cânceres do sangue;
  • Recebeu um transplante de órgão e tomou remédio para suprimir o sistema imunológico;
  • Recebeu um transplante de células-tronco nos últimos dois anos ou está tomando remédio para suprimir o sistema imunológico;
  • Têm doenças hereditárias ou genéticas que causam imunodeficiência moderada ou grave;
  • Ter infecção por HIV avançada ou não tratada;
  • Estão tomando corticosteroides em altas doses ou outros medicamentos que podem diminuir a resposta do sistema imunológico.

As vacinas COVID-19 são necessárias para o ingresso na escola?

Assim que a vacina é aprovada, as autoridades de saúde, como a ANVISA e o Ministério da Saúde, recomendam quando e como as crianças devem tomá-la. No entanto, o governo de cada estado decide quais vacinas são necessárias para o ingresso na escola. Nesse ínterim, certifique-se de que seus filhos estejam em dia com as vacinas contra sarampo, gripe, coqueluche e quaisquer outras que façam parte do calendário nacional de imunização ou seu pediatra recomendar.

O meu filho pode tomar a vacina se tiver covid-19?

Se o seu filho tiver uma infecção por covid-19 ativa, ele deve esperar para ser vacinado até se recuperar. Eles devem seguir o período de isolamento recomendado primeiro. Isso também se aplica a crianças que foram infectadas com o vírus entre a primeira e a segunda dose da vacina.

E quanto às crianças em idade pré-escolar e mais novas?

Antes que as vacinas de covid-19 se tornem disponíveis para crianças menores de 5 anos, os ensaios clínicos devem ser concluídos. Isso é para garantir que elas sejam seguras e eficazes para essas faixas etárias. As crianças não são pequenos adultos e não podemos simplesmente presumir que uma vacina terá o mesmo efeito em uma criança e em alguém mais velho. Assim que as informações estiverem disponíveis para crianças de 6 meses a 5 anos de idade, as autoridades sanitárias e sociedades médicas revisarão e farão recomendações adequadas.

Uma coisa é certa: as vacinas para a covid-19 estão evitando doenças graves, hospitalização e morte para centenas de milhões de adultos e adolescentes que já as receberam pelo mundo todo. Esperamos o dia em que nossas crianças mais novas, assim como o restante da população mundial, também possam tomar as vacinas, para que todos nós possamos desfrutar de suas comunidades com segurança.

Saiba mais:

Fontes:

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

  • Zuleid Dantas Linhares Mattar disse:

    Parabéns!
    Precisamos nos unir em prol de nossas crianças.
    Nós pediatras sempre fomos os protagonistas nas campanhas de vacinação e agora não será diferente.
    É mu6importsnte compartilharmos com nossos pacientes em todas as mídias as informações necessárias para que todos entendam a importância da vacina.

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade

    Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se abaixo para receber nossas comunicações. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade de Instituto PENSI.