PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Um guia para o sono seguro da criança
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Um guia para o sono seguro da criança

Um guia para o sono seguro da criança

01/09/2014
  2321   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Cerca de uma em cada cinco mortes por síndrome da morte súbita infantil (SMSI) ocorre enquanto uma criança está sob os cuidados de alguém que não seja um dos pais. Você pode reduzir o risco do seu bebê de morrer de SMSI, conversando com aqueles que cuidam de seu bebê, incluindo prestadores de cuidados infantis, babás, familiares e amigos, sobre como colocar o bebê para dormir durante cochilos e à noite.

A síndrome da morte súbita infantil é a principal causa de morte de crianças entre 1 e 12 meses de idade nos EUA, sendo mais comum entre as crianças entre 1 e 4 meses de idade.

O que posso fazer para reduzir o risco de SMSI antes do nascimento do meu bebê?

Durante a gravidez, antes mesmo de dar à luz, você pode reduzir o risco de seu bebê morrer SMSI:

1-           Não fume ou exponha-se ao fumo durante a gravidez e após o nascimento do bebê.

2-           O álcool e uso de drogas também pode aumentar risco.

3-           Certifique-se de visitar um médico para exames pré-natais regulares para reduzir o seu risco de ter um baixo peso ao nascer ou prematuridade.

Faça o seu melhor para seguir essas orientações. Dessa forma, você vai saber que está fazendo tudo o que puder para manter seu bebê saudável e seguro.

Amamente seu bebê: os especialistas recomendam que as mães amamentem seus filhos tanto quanto possível. A Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda o aleitamento materno exclusivo até os 6 meses de idade e mantido com outros alimentos até os 2 anos ou mais.

Puericultura: é importante realizar o acompanhamento com o pediatra e as imunizações de acordo com o calendário.

Berço: o lugar mais seguro para o seu bebê dormir é no quarto onde você dorme, mas não em sua cama. Coloque o bebê num berço perto da sua cama (ao alcance do braço). Isso torna mais fácil para amamentar e se relacionar com o seu bebê. O berço deve estar livre de brinquedos, cobertores e travesseiros.

Práticas de sono seguro

1-           Coloque sempre o bebê para dormir de costas durante cochilos. Se dormir de lado, é mais propenso a rolar acidentalmente e ficar de barriga para baixo. A posição lateral é tão perigosa quanto a posição de bruços.

2-           Evite deixar que o bebê fique muito aquecido. Se você notar suor, os cabelos úmidos, as faces coradas, brotoeja e respiração rápida, coloque uma roupinha bem leve no bebê para dormir. Ajuste a temperatura ambiente para que fique confortável para um adulto levemente vestido.

3-           Considere o uso de uma chupeta na hora de dormir. A chupeta não deve ter cordas ou clipes que podem ser um risco de estrangulamento.

4-           Coloque o bebê em um colchão firme, coberto por um lençol que atende às normas de segurança vigentes.

5-           Coloque o berço em uma área que está sempre livre de fumo.

6-           Não coloque os bebês para dormir em camas de adultos, cadeiras, sofás, travesseiros, almofadas ou com cobertores macios, edredons, bichos de pelúcia.

Leia também: Compartilhar cama com crianças pequenas: entenda os riscos

Fonte: Guia para os pais de sono seguro (Copyright © American Academy of Pediatrics, revista 4/2012)

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o tratamento médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Atualizado em 20 de junho de 2024

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

(CRM-SP 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, com especialização na Universidade de São Paulo (USP) e pós-graduação em Gestão na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás, David e Benjamim.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade

    Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se abaixo para receber nossas comunicações. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade de Instituto PENSI.