PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Brincar ao ar livre: por que é importante para as crianças?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Brincar ao ar livre: por que é importante para as crianças?

Brincar ao ar livre: por que é importante para as crianças?

25/06/2024
  882   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Estamos chegando ao final do primeiro semestre, as férias estão aí e com elas vem aquela pergunta que incomoda um bom número de pais: o que fazer com meus filhos em casa? Como tirá-los da frente das telas? No decorrer dos tempos, nossa sugestão é sempre de atividades ao ar livre, e não somente nas férias.

Não importa o que o tempo traga, brincar ao ar livre é bom para as crianças de muitas maneiras. Há evidências científicas de que brincar ao ar livre melhora a saúde e crianças de todas as idades adoram. E sabemos que quanto mais tempo uma criança passa na natureza, maior é a probabilidade de crescer e se tornar uma boa administradora do nosso planeta⁠ – uma vitória ambiental! Não podemos nos esquecer que estamos em tempos de mudanças climáticas. Desastres e catástrofes ambientais batem à nossa porta todos os dias.

Encontrando a natureza ao nosso redor

Não precisamos necessariamente viajar muito para desfrutar da natureza. Sua família pode se conectar com a natureza no parquinho da escola, na praça mais próxima, no quintal, nos parques municipais e estaduais (como o Jardim Botânico ou Zoológico, em São Paulo) ou até mesmo virtualmente (embora não com todos os benefícios).

Há também muitas maneiras de descobrir quais parques estão próximos com base no CEP, incluindo alguns que você pode chegar caminhando ou usando transporte público. Muitos espaços verdes públicos possuem recursos e programas para todas as idades e habilidades.

Benefícios de brincar ao ar livre

Sair de casa proporciona mais do que uma pausa divertida para crianças e adolescentes. Também é bom para a saúde e o desenvolvimento físico e mental. Crianças e adolescentes que passam o tempo brincando ao ar livre e aproveitando a natureza podem ser:

Fisicamente mais saudáveis. Mais tempo ao ar livre está associado a um melhor desenvolvimento motor e a menores taxas de obesidade e risco de miopia (miopia). Tomar sol com segurança também nos ajuda a produzir a vitamina D que nosso corpo precisa para se manter saudável e forte.

Mais engajados no aprendizado. Brincar ao ar livre promove a curiosidade, a criatividade, o pensamento crítico e o foco. Estudos descobriram que as crianças que passaram mais tempo explorando a natureza tiveram resultados melhores de aprendizagem.

Mais positivos em comportamento e humor. As investigações demonstram que quando as crianças passam algum tempo em ambientes naturais, sentem menos raiva e agressividade. O controle de impulso também melhora. Isto pode ser especialmente importante quando as rotinas normais das crianças mudam.

Mentalmente mais saudáveis. O estresse e a depressão são menores para todas as pessoas que passam algum tempo na natureza. As crianças apresentam maior concentração e redução dos sintomas do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH).

Aproveite o poder curativo de brincar na natureza – perto de sua casa ou bairro ou onde você se sentir confortável. Lembre-se de se vestir adequadamente para o clima. Também é uma boa ideia lavar as mãos ou usar desinfetante para as mãos durante e após a aventura.

Por fim, peça aos líderes comunitários (governos, conselhos tutelares, escolas, igrejas, associações comunitárias etc.) que garantam que todas as crianças tenham locais seguros para brincar ao ar livre. Estar na natureza e movimentar o corpo faz bem a todos!

A Fundação José Luiz Egydio Setúbal apoia iniciativas como a Viagem Fantástica, o projeto Boa Praça e Floresta do Grajaú/Anchieta, onde procuramos recuperar praças, plantar árvores, criar parquinhos inclusivos, para que as crianças, nos mais diversos cantos de São Paulo, possam ter atividades ao ar livre.

 

Fonte:

Academia Americana de Pediatria (Copyright @ 2024)

Saiba mais:

https://institutopensi.org.br/ferias-que-tal-um-pouco-de-natureza-para-seus-filhos-em-vez-de-telas/

https://institutopensi.org.br/programa-de-ferias-planeta-inseto/

https://institutopensi.org.br/ensinando-e-aprendendo-sobre-a-mata-atlantica-com-seus-filhos/

https://institutopensi.org.br/por-que-as-mudancas-climaticas-sao-uma-ameaca-cada-vez-mais-urgente-a-saude/

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

(CRM-SP 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, com especialização na Universidade de São Paulo (USP) e pós-graduação em Gestão na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás, David e Benjamim.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade

    Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se abaixo para receber nossas comunicações. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade de Instituto PENSI.