PESQUISAR

Residência Médica
Residência Médica
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Voluntariado

Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Voluntariado

“É feliz apenas aquele que dá”

JOHANN GOETHE em Fausto (escritor alemão século XVII)

“Deve-se doar com a alma livre, simples, apenas por amor, espontaneamente”

MARTINHO LUTERO

Estes dois pensamentos traduzem o nosso entendimento do que é trabalho voluntário. Ser voluntário é se doar como pessoa. O trabalho voluntário que nós propomos é de um ato de cidadania, envolvendo uma troca de experiências e de amor entre pessoas.

A humanização do atendimento ao paciente e sua família é um valor do Sabará Hospital Infantil, por isso acreditamos na integralidade do ser, de seus três aspectos: biopsicossocial.

Ter voluntários em determinadas áreas do hospital é importante para a nossa filosofia de humanização e também dar oportunidades às pessoas da nossa comunidade de doar seu tempo, seu carinho e seu amor àqueles que estão precisando.

O voluntário cede de três a seis horas semanais para entreter crianças e adolescentes que estejam em consulta, avaliação médica ou internação. Nosso objetivo é tornar a estadia da criança menos hostil e mais acolhedora levando uma brincadeira, uma história, música, jogos ou simplesmente alguns minutos de conversa.

Inscreva-se no Programa de Voluntariado 

Missão do voluntariado

Acolher a criança e seus familiares oferecendo atividades práticas que ajudem na diminuição do estresse causado pela hospitalização.

Visão do voluntariado

Nossos valores estão pautados em princípios humanistas. Acreditamos que nossos voluntários estarão aptos a estabelecer relações com nossos pacientes e seus familiares, baseados nos conceitos de equidade, respeito e compaixão.

Valores e crenças

Nossos valores estão pautados em princípios humanistas. Acreditamos que nossos voluntários estarão aptos a estabelecer relações com nossos pacientes e seus familiares, baseados nos conceitos de equidade, respeito e compaixão.

Voluntariado: “Acreditamos que o voluntariado possa desenvolver as relações interpessoais dentro do ambiente de trabalho hospitalar, tornando-o mais acolhedor.”

Cidadania: “Acreditamos na formação de cidadãos comprometidos para mudar a sociedade e o mundo.”

Ética: “Acreditamos no respeito e transparência nas atitudes, com responsabilidade e integridade no cumprimento dos nossos compromissos e relacionamentos.”

Filantropia: “Acreditamos na filantropia como instrumento de construção de uma sociedade melhor, mais humanitária.”

Humanismo: “Acreditamos que o ser humano esteja à frente de nossas preocupações e ações nos aspectos sociais, políticos e econômicos, e respeitando as individualidades e autonomia.”

Trabalhar em um Hospital infantil não é tarefa fácil, para nossos voluntários não é menor pois eles brincam crianças enfermas. A preparação de nossos voluntários consiste de encontros de oficina e supervisão de suas atuações que em 2014 passamos a oferecer em dois períodos por mês. Brincar com nossas crianças requer

  •  2.1- um equilíbrio emocional muito grande e por isso, neste ano tornamos a atividade de roda de conversa uma supervisão com a equipe de psicologia do hospital. Na roda de conversa ocorre compartilhamento de experiências e orientação do profissional de saúde bem como suporte emocional.
  • 2.2- conhecimento do desenvolvimento infantil para adequar as atividades à idade do paciente. Na formação e em algumas rodas de conversa ressaltamos as fases de desenvolvimento infantil sob a perspectiva de Jean Piaget ministrada pelo nosso assessor Prof. Dr. Lino de Macedo.
  • 2.3 – repertório de brincadeiras
  • 2.3.1 – levando-se em conta o desenvolvimento infantil e a integralidade de qualquer ser humano nas vertentes bio psico social desenvolvemos atividades com materiais diversos para que nossos pacientes possam se expressar por meio de desenhos, músicas e histórias
  • 2.3.2 – realizamos oficinas de brincadeiras para oferecer repertório de brincadeiras aos nossos voluntários a brincarem adequadamente com nossos pacientes levando em conta sua situação clínica, social e psicológica
  • 2.4 Brinquedos – muitas vezes é necessário um brinquedo para brincar com uma criança, porém o brinquedo pode ser desenvolvido por pais, educadores ou profissionais da saúde.

2.4.1 –  desenvolvemos uma caixa mágica (Aline Carneiro – voluntária e Prof. Dr. Lino de Macedo) que consiste de uma série de materiais escolares além de outros elementos como lupa ou bússola (figura 1). Essa caixa é muito utilizada pelos voluntários e pode ser replicada em hospitais públicos devido ao baixo custo. Nessa mesma linha de raciocínio desenvolvemos o “cesto dos tesouros” que consiste de utensílios domésticos que podem ser utilizados por bebes sem perigo. Esse é outro projeto que pode ser replicável em hospitais públicos devido ao baixo custo. (Prf.a. Dr.a. Sandra Mutarelli e Prof.Dr. Lino de Macedo)


Caixa Mágica

Cesto dos Tesouros

  • 2.5 – Higienização dos brinquedos
  • 2.5.1 – Brinquedos de plástico são higienizados em um laboratório de higienização projetado pela nossa equipe em colaboração com a equipe de engenharia e a equipe de controle de infecção hospitalar. Os brinquedos são higienizados pelos voluntários que ao saírem dos quartos dos pacientes levam consigo os brinquedos justificando a necessidade de higienização para que outra criança enferma possa brincar. Esse é um projeto denominado criança cidadã, no qual todas as crianças tem acesso aos brinquedos porém só enquanto estão com o voluntário, evitando assim a perda de brinquedos e o acesso de brinquedos a todas as crianças.
  • 2.6 – Festividades
    Sabemos da importância de tornar o ambiente hospitalar mais humanizado, por isso, em colaboração com a hospitalidade e a equipe de humanização realizamos as seguintes festas comemorativas: comemorações de carnaval, páscoa, dia das mães, festa junina, dia dos pais, halloween, dia das crianças, natal. Essas festas são comemoradas na brinquedoteca e todos os pacientes internados são convidados. Imprimimos um convite e entregamos nos quartos e UTI uma a um.

Os aniversariantes que estão internados também tem uma pequena festa em seu quarto e recebe um pequeno presente.

NOSSAS INICIATIVAS
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade