PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
14 maneiras pelas quais os pais podem demonstrar amor por seus filhos
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
14 maneiras pelas quais os pais podem demonstrar amor por seus filhos

14 maneiras pelas quais os pais podem demonstrar amor por seus filhos

15/06/2018
  1265   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Associamos nossos filhos e crianças com o amor. Normalmente, não pensamos em termos de amor romântico, mas podemos demonstrar amor aos nossos filhos e pensar em como podemos fazer com que nossos filhos se sintam amados. Quando as crianças se sentem amadas, elas não apenas constroem a felicidade, mas também a confiança e a resiliência, as quais podem fazer uma diferença vitalícia.

1- Seja positivo e encorajador quando conversar com seus filhos. Evite o sarcasmo e as críticas, mesmo que você esteja brincando. Pense na “Regra de Ouro”. Trate seus filhos da maneira que você gostaria de ser tratado;

2- Diga coisas como “por favor”, “obrigado” e “sinto muito”. Seja gentil e educado. Não só mostra respeito e gentileza para com seus filhos, como também é um bom exemplo de como falar com as pessoas em geral;

3- Responda prontamente às necessidades físicas e emocionais de seus filhos, mesmo que não seja o melhor momento para você. Ponha de lado o que você está fazendo, desligue a TV ou o computador e ouça ou ajude. Ele envia a mensagem de que seus filhos são mais importantes do que qualquer coisa. Pergunte sobre o dia deles e preste atenção na resposta;

4- Quando seus filhos estão com raiva ou de mau humor, em vez de ficar com raiva ou de mau humor, tente dar-lhes um rápido abraço ou outro sinal de afeto ao qual eles respondem – e conversar com eles sobre isso sentindo-se melhor em vez de naquele momento;

5- Use formas não violentas de disciplina. Todas as palmadas, além de deixar as crianças chateadas e com medo, ensinam que não há problema em bater, o que não é uma ótima lição para aprender. A disciplina funciona melhor quando é iniciada cedo e feita de forma consistente. Desde tenra idade, estabeleça regras sobre o comportamento, e cumpra-as – e lembre-se de recompensar as crianças por seguirem as regras, em vez de apenas puni-las por quebrá-las;

6- Passe tempo sozinho com seus filhos regularmente, fazendo algo que eles gostem. Se você tiver mais de um filho, certifique-se de que cada um tenha algum tempo com você;

7- Passe tempo juntos como a família, como uma noite de jogo familiar ou passeios em família, e desligue seus dispositivos durante esses momentos familiares;

8- Se você puder, tenha um animal de estimação. Ter um animal de estimação pode não ser apenas divertido, mas pode ajudar as crianças a aprenderem lições sobre como cuidar de alguém e ser responsável. Se é um cão que precisa caminhar, pode torná-los mais ativos. E não importa o que seja, isso lhes dá outro amigo;

9- Cozinhe e coma juntos. Cozinhar em conjunto ensina as crianças sobre boas escolhas alimentares e dá a elas habilidades culinárias que elas podem adquirir na idade adulta. Comer refeições em família une as famílias e pode ser uma ótima oportunidade para se conectar e ouvir sobre as vidas e ideias de cada um. Desligue todos os telefones durante as refeições (incluindo o seu);

10- Falando de dispositivos… não deixe que eles assumam a vida de seus filhos. Leia para seus filhos e incentive a leitura conforme eles crescem. Limite a quantidade de “tempo de tela”, tanto por ter limites de tempo, mas também por ter outras coisas para fazer, como artes e ofícios, brinquedos de construção e outras coisas que incentivam a criatividade e imaginação (e são divertidas);

11- Leve seus filhos ao médico regularmente para exames – e ouça os conselhos do seu médico sobre dieta saudável, segurança, sono e atividade física. Siga você mesmo também, então você está dando um bom exemplo;

12- Ajude seus filhos a construir relacionamentos positivos com irmãos, amigos e outras pessoas. Dê um bom exemplo convidando amigos e vizinhos para compartilhar uma refeição e participando de atividades comunitárias;

13- Ajude seus filhos a aprenderem seus pontos fortes – e aprenda a acreditar em si mesmos. Isso envolve não apenas apoiá-los, mas dar a independência de que precisam para se tornarem competentes e capazes – e aprender com seus erros;

14- Não se esqueça de dizer: “Eu te amo”. Não apenas agora, mas pelo resto de suas vidas.

Saiba mais sobre este assunto:

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Harvard Health Publications

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para os cuidados médicos e os conselhos do seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que seu pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade