PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
A influência de uma boa escola
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
A influência de uma boa escola

A influência de uma boa escola

02/09/2014
  455   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

escola

No Mundo competitivo de hoje, não há pai que não se preocupe com o futuro de seu filho. Este interessante artigo da revista Pediatrics relaciona boas escolas e o comportamento de risco na saúde dos adolescentes.

O acesso a uma boa escola pode ser um dos grandes equalizadores entre adolescentes de diferentes níveis de renda, de acordo com um estudo realizado em Los Angeles nos EUA. Os pesquisadores examinaram se a exposição a “escolas de sucesso” podem melhorar a saúde ou comportamentos saudáveis, bem como o desempenho acadêmico entre os adolescentes de baixa renda. Eles compararam dois grupos de estudantes do ensino médio de bairros de baixa renda, em Los Angeles.

Ambos os grupos de estudantes foram questionados sobre seus comportamentos de saúde e seus resultados de testes padronizados foram anotados. Os alunos que foram admitidos nas escolas de alto desempenho passaram a executar muito melhor em matemática e testes padrão de inglês. Além disso, um número significativamente menor de participantes de 36% de escolas comuns contra 42% – envolvido em qualquer de um conjunto de comportamentos arriscados, incluindo relações sexuais desprotegidas e envolvimento armas e gangues. A escola pareceu desempenhar um papel significativo de maneira positiva, visto que os alunos que mudaram escolas ou desistiram eram mais propensos a se envolver em comportamentos considerados arriscados.

Os autores concluíram levar jovens para as escolas de alto nível em bairros de baixa renda pode ter efeitos benéficos e poderia ajudar a fechar a lacuna entre o desempenho acadêmico de alunos ricos e pobres, o que parece estar crescendo em os EUA.

Não conheço muito bem esta problemática no Brasil, mas achei muito interessante como medidas de políticas públicas.

 

Autor: Dr. José Luiz Setúbal
Fonte: Article: “Successful Schools and Risky Behaviors Among Low-Income Adolescents” Mitchell D. Wong, MD, PhDa, Karen M. Coller, PhDa, Rebecca N. Dudovitz, MD, MSHSa, David P. Kennedy, PhDb, Richard Buddin, PhDc, Martin F. Shapiro, MD, PhDa, Sheryl H. Kataoka, MD, MSHSa, Arleen F. Brown, MD, PhDa, Chi-Hong Tseng, PhDa, Peter Bergman, PhDd, and Paul J. Chung, MD, Mas.

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o tratamento médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade