PESQUISAR

Dietas muito baixas de carboidratos e o controle do diabetes tipo 1
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Dietas muito baixas de carboidratos e o controle do diabetes tipo 1

Dietas muito baixas de carboidratos e o controle do diabetes tipo 1

30/05/2018
  30   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

A diabetes é uma doença crônica, que atinge 382 milhões de pessoas em todo o planeta, de acordo com os dados da Federação Internacional de Diabetes. Segundo estimativas das entidades, em 2035, esse número deverá chegar a 592 milhões.

No ano passado, o Brasil era o quarto país do mundo com mais diabéticos, com 13 milhões de portadores, número que poderá subir para 592 milhões em 2035. Para cada caso diagnosticado, estima-se que haja um sem diagnóstico. Do total de brasileiros portadores, 1 milhão são crianças, de acordo com a Associação de Diabetes Juvenil. E a estimativa é de que 7,8 casos, em cada 100 mil serão de pessoas com menos de 20 anos. Em 2035, o número de brasileiros com a diabetes quase dobrará, chegando a 19,2 milhões. No ano passado, houve 124,6 mil mortes relacionadas à doença no País.

Apesar dos avanços em medicamentos e tratamento, o controle ideal do açúcar no sangue continua a ser um desafio para a maioria das crianças e adultos com diabetes tipo 1. Um estudo publicado na revista Pediatrics de junho de 2018, “Controle da Diabetes Tipo 1 através de Dieta com Carboidrato Muito Baixo”, mostra que crianças e adultos que usaram medidas dietéticas rígidas para ajudar a controlar os níveis de açúcar no sangue alcançaram um controle significativamente melhor que a média. Embora a restrição severa de carboidratos tenha sido a principal abordagem para o controle do diabetes. Mas não há evidências de que dietas com alto teor de carboidratos levem a melhores resultados, e estudos mostram que apenas 20% das crianças e 30% dos adultos com diabetes tipo 1 alcançam níveis recomendados de açúcar no sangue para minimizar as complicações médicas a longo prazo da doença.

Para o estudo, os pesquisadores conduziram uma pesquisa online com um grupo internacional de mídia social para pacientes com diabetes tipo 1, seguindo uma dieta com muito pouco carboidrato, com uma média de 36 gramas de carboidratos por dia. Dos cerca de trezentos entrevistados, 42% eram pais de crianças com diabetes tipo 1. Os resultados mostraram que os participantes que seguiam uma dieta muito baixa em carboidratos tinham níveis médios de açúcar no sangue em uma faixa excepcional, quase normal. Eles tinham baixas taxas de eventos adversos, como hipoglicemia e cetoacidose, e geralmente tinham altos níveis de satisfação com a saúde e o controle do diabetes.

Os autores do estudo alertaram, no entanto, que essas descobertas por si só não justificam uma mudança no controle do diabetes, exigindo pesquisas adicionais para determinar o grau de restrição de carboidratos necessários para alcançar esses benefícios, regimes ótimos de insulina para acompanhar uma dieta muito baixa em carboidratos, segurança em longo prazo e efeitos nos padrões de crescimento das crianças.

 

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Pediatrics, May 2018

How Low Can You Go? Does Lower Carb Translate to Lower Glucose?

Carly Runge, Joyce M. Lee

http://g1.globo.com/hora1/noticia/2015/10/cresce-nos-ultimos-anos-o-numero-de-criancas-com-diabetes-tipo-1.html

 

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para os cuidados médicos e os conselhos do seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que seu pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740)Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP.Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

NOSSAS INICIATIVAS
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade