PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Hábitos dos pais e a influencia nos filhos
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Hábitos dos pais e a influencia nos filhos

Hábitos dos pais e a influencia nos filhos

16/11/2016
  882   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Milhões de crianças cujos pais estão envolvidos com álcool ou drogas lícitas ou ilícitas, nos Estados Unidos, enfrentam um maior risco de uma série de problemas de saúde, de acordo com um relatório da Academia Americana de Pediatria (AAP) publicado em agosto na revista Pediatrics.

Nos EUA, muitas vezes, os pediatras são os únicos prestadores de serviços médicos que interagem com as famílias afetadas por uso de substâncias e, por isso, estão em uma posição única para identificar aqueles ameaçados por este importante problema de saúde pública, de acordo com os autores do relatório intitulado “as famílias afetadas pelo uso de substância parental”.

Crianças comumente experimentam problemas de desenvolvimento e atraso educacional e mais tarde o problema pode afetar a sua saúde mental e apresentar problemas comportamentais. O relatório diz que são efeitos tóxicos da exposição a drogas e álcool ou negligência das necessidades físicas e emocionais básicas por parte dos pais ou cuidadores lutando com transtornos por uso de substâncias. Estas crianças também são mais propensas ao uso abusivo de drogas e álcool.

A AAP incentiva pediatras a incluírem perguntas sobre a extensão do uso de substâncias como parte da avaliação da família de rotina durante visitas de supervisão de saúde ou quando clinicamente indicado, observando que a pesquisa sugere que pais com testes positivos para o uso de substâncias estão abertos para os pediatras apresentarem um portfólio de opções, como também os programas de tratamento.

No Brasil, os Programas de Saúde da Família (PSF) são os responsáveis pela identificação destes pais e orientá-los a procurarem os programas de tratamento de adicção.

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fontes: Pediatrics – July 2016

From the American Academy of Pediatrics, Clinical Report

“Families Affected by Parental Substance Use”

Vincent C. Smith, Celeste R. Wilson, COMMITTEE ON SUBSTANCE USE AND PREVENTION

As informações contidas neste site não devem ser utilizadas como um substituto para o cuidado médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o seu pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

 

 

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade