PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Minha nova família
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Minha nova família

Minha nova família

03/03/2016
  533   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Oi!
Eu preciso contar uma coisa pro mundo. Não só pro país das maravilhas, mas pra todos os países de todas as galáxias.
Eu tenho uma família nova!!
Isso, mesmo!
Eu ainda amo a minha família antiga, mas desde que cheguei nesse país novo, cheio de crianças, tenho começado a achar que quero ficar por aqui mesmo.


Nesse caminho todo, enquanto eu procurava pelo coelho branco, eu conheci um menino muito engraçado, que tinha quatro mãos e quatro pernas e uma só cabeça!!
Ele tem uma família muito, muito linda!
Esse menino se chama Lucas, eu o conheci com minha amiga Sinão, faz um tempo. Acho que ele também era novo nesse País Sabará.
Depois descobrimos que ele na verdade não era um ser multipatas. Ele é, na verdade, um super-herói!! Muito super-herói!
E vou contar pra vocês que é mesmo. O menino super-herói já passou por cada uma! Ufa! Deixou o reino encantado inteiro de orelha em pé!
Nem o mágico de Oz se aguentou de emoção. Missões de super-heróis gigantes: o Luquinhas derrotou todos esses dragões.
Mas também não é pra menos. Ele tem uns super poderes muito raros: o da coragem e do amor sem fim.
Ele é muito muito corajoso! Ele é conhecido como “Lucas, o bravo herói”.
E além disso ele tem uma família que dá a ele o poder do amor sem fim. Acho que por causa disso, o Super-Lucas tem muita calma. Eu até colecionei esse poder na minha coleção de coisas aprendíveis. Mas vou te dizer que para fazer uma calma no coração como ele faz, eu tô pra ver!
A família dele é tão especial que até viu minha situação perdida e me adotou. Agora eu também entrei nesse ciclo de amor sem fim. Na verdade, eu, a Cinderela e todos os amigos do reino encantado acabamos querendo morar na casa deles.
É que eles têm um jeito de ser família que é muito legal. A mãe é a Adriana, a cozinheira, o pai é o Alexandre, o esportista, a irmã é a Letícia, a descolada.
Eu tenho a impressão que todos os problemas do mundo podem ser resolvidos pela nossa família.
As jornadas de super-herói do Luquinhas não tem sido fácil, mas a nossa família tem passado por tudo com o coração de amor.
É assim: chega uma nova missão, o Luquinhas aciona a super coragem e a gente aciona o amor sem fim. Assim não tem quem resista!
Eu fico muito feliz. Estamos todos muito corajosos. Podem vir mais missões, a gente vai e “tum”. Passa por ela!
Eu cheguei a dar um “mini mim” pro Lucas, mas ele está tão bom em ser valente que nem tem precisado usar. (Ah! O “mini mim” é um “mini você” que ajuda a dar coragem quando a coisa está difícil).
Agora, nós seguimos bem felizes. Desbravando esse mundo de coragem, calma e amor. E eu fico só aprendendo com eles.

Assinado: Alice no País das Maravilhas

Marisa Bezzera

Marisa Bezzera

Marisa Bezerra é atriz formada pela Escola de Arte Dramática da USP. Iniciou seus trabalhos como atriz e arte educadora em 2003, fazendo parte de grupos de teatro e projetos pedagógicos direcionados a crianças e adolescentes. Alice do País das Maravilhas no Pronto Sorrir, está sempre no Castelo Sabará procurando seu amigo, o Coelho Branco.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade