PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Treinamento Funcional Infantil
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Treinamento Funcional Infantil

Treinamento Funcional Infantil

07/06/2016
  6336   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Muitos pais têm me perguntado sobre os treinamentos funcionais. Antes de responder a essa pergunta devemos entender exatamente o que são esses exercícios.

O Treinamento funcional visa melhorar a capacidade funcional, ou seja, a habilidade de realizar as atividades normais da vida diária com eficiência, autonomia e independência. Cada exercício trabalha várias articulações e músculos ao mesmo tempo, podendo exigir também flexibilidade e equilíbrio. Podem incluir exercícios de propriocepção, agilidade, coordenação e qualquer outro tipo de habilidade que seja exigida pela atividade para qual o treinamento está focado. A combinação desses exercícios traz inúmeros benefícios para o indivíduo e vem sendo escolhido por atletas e esportistas, bem como nos tratamentos de fisioterapia e reabilitação. Como esses exercícios exigem que o cérebro trabalhe mais ativamente para realizar os movimentos, acabam por aumentar a coordenação motora e percepção corporal, totalmente diferente do que ocorre, por exemplo, nos exercícios como a musculação, pois são exercícios mais automáticos que não exigem uma concentração total no momento da realização do mesmo.

O treinamento funcional traz muitos benefícios como: o fortalecimento da região do CORE (músculos mais profundos da região abdominal, responsáveis principalmente pela postura); treino de propriocepção (consciência corporal); melhora dos padrões de movimentos; aumento da resistência e força.

Assim sendo qualquer pessoa pode praticá-los, inclusive as crianças, obesos e idosos. O que irá diferenciar são os exercícios, adaptados para cada nível de dificuldade, por exemplo: movimentos que tendem a aperfeiçoar os movimentos naturais do corpo, como correr, andar, nadar, pular, escalar, equilibrar-se, dançar. Para as crianças o treinamento funcional é mais indicado que a própria musculação, principalmente por propiciar uma maior coordenação motora e uma concentração constante durante a prática dos exercícios. Trabalhos em grupos podem estimular as crianças pois o treinamento funcional pode ser visto também como algo prazeroso e divertido, por serem exercícios variados e que respeitam muito as condições físicas de cada um.

Uma das grandes vantagens do treinamento funcional é que pode ser realizado em qualquer lugar, seja em casa, no parque, na academia. No entanto, esses exercícios devem ser sempre realizados com supervisão de um professor de Educação Física, pois os riscos de lesão também existem e podem aumentar conforme o nível dos exercícios.

Maria Helena Sampaio de Castro d'Ancora

Maria Helena Sampaio de Castro d'Ancora

Maria Helena Sampaio de Castro d'Ancora é formada em Educação Física e Esporte. Possuí especialização em Psicomotricidade e Análise Existencial/Logoterapia com ênfase na educação. Trabalha com crianças e adolescentes há 20 anos atuando na área de avaliação, estimulação e reabilitação psicomotora. Praticante de esportes desde pequena divide seu tempo entre o trabalho, treinos de corrida e seus filhos Luca (14) e Pedro (7) que herdaram sua paixão pelos esportes.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade