PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
10 dicas de segurança alimentar para final de ano
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
10 dicas de segurança alimentar para final de ano

10 dicas de segurança alimentar para final de ano

22/12/2017
  1741   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Chega o final de ano e as famílias e amigos se reúnem em confraternizações para celebrar o Natal ou o novo ano que se inicia. Quer se trate de pernil, peru, doces natalinos, ou outras coisas típicas dessa época, os alimentos são um ingrediente importante das celebrações das festas.

Ensinar as crianças a cozinhar as receitas da sua família pode conferir identidade e cultura étnica e oferece uma sensação de realização para os jovens chefs. Ao preparar os alimentos para uma festa, siga as diretrizes de segurança alimentar.

1- As bactérias estão frequentemente presentes em alimentos crus. Cozinhe completamente carnes e aves, e lave completamente vegetais e frutas cruas.

2- Aproveite enquanto você está ensinando as receitas da família a seus filhos, para ensiná-los sobre a boa segurança alimentar. Lave as mãos com frequência e certifique-se de que as crianças façam o mesmo.

3- Certifique-se de que a receita não inclui ovos crus ou outros produtos que devem ser consumidos após o cozimento. Existe o risco de contaminação por Salmonela.

4- Se você experimentar algum alimento, certifique-se de lavar a colher antes de colocá-lo de volta na comida.

5- Durante os preparativos para uma festa, a geladeira e o freezer podem ficar lotados com doces, assados ​​e outros produtos, mas não permitam que estes se tornem criadouros para bactérias.

6- Mantenha os alimentos crus e os alimentos cozidos separados, e use utensílios separados ao prepará-los.

7- Sempre descongelar a carne na geladeira, nunca na bancada.

8- Mantenha alimentos e líquidos quentes longe das bordas dos balcões e mesas, onde podem ser facilmente derrubados pelas mãos exploradoras de uma criança pequena. Certifique-se de que as crianças pequenas não podem acessar fornos de micro-ondas.

9- Coloque as alças de travessas e panelas viradas de lado ou para trás do fogão.

10- Os alimentos que requerem refrigeração nunca devem ser deixados à temperatura ambiente por mais de duas horas.

 

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Pediatrics December 2017

 

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o cuidado médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade