PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
O meu cabelo dourado
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
O meu cabelo dourado

O meu cabelo dourado

05/08/2015
  1130   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

cabelo dourado

Não é a toa. Isaac ouve sobre seus cabelos desde que nasceu.

Primeiro porque eram ruivos, enormes e espetados.

Depois viraram um loiro iluminado, fios finos, que voavam na mais leve brisa.

Até que engrossaram como os do papai.

Mas mesmo grossa, clara cabeleira ali naquela cabecinha pensante descansava.

Só que a natureza é dessas, né?

Ama uma transformação.

Acontece que Isaac adora ter cabelos dourados, como ele mesmo fala desde sempre.

Ouve sempre dos outros sobre o tom do seu cabelo.

Se orgulha. Olha no espelho. Até que…

Ele resolveu que não quer cortar o cabelo nunca mais.

E qual o motivo????

– Da última vez o barbeiro deixou meu cabelo mais escuro.

Como assim?

– Ele cortou e ficou menos dourado, ué!

Escuta a mãe do menino cabeludo.

Sim sim. Eu tento explicar. Falo que é assim mesmo, que o cabelo vai mudar de cor muito ainda, que ele não precisa se preocupar pois continua lindo e iluminado.

Fácil? Nada.

Prefere continuar com as costeletas enfiadas nas orelhas do que perder o brilho.

Eu entendo. Espero. Oportunidade, lição, e a irritação que o suor ainda vai causar no meu filhote.

Enquanto isso fui dizer a ele que meus cabelos também eram bem claros, mas eles escureceram com o tempo.

O que ouvi?

– Mas os seus cabelos são loucos, cada dia eles estão de um jeito.

Obs: Não, ainda não há tinta capilar nesta que vos tecla, maaaaas a tesoura, essa sim é um vício.

 

Carol Garcia

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade