PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
A Fase, a Coisinha Mais Fofa Desse Mundo, a Mãe Louca e Quase Normal, Fim?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
A Fase, a Coisinha Mais Fofa Desse Mundo, a Mãe Louca e Quase Normal, Fim?

A Fase, a Coisinha Mais Fofa Desse Mundo, a Mãe Louca e Quase Normal, Fim?

07/11/2016
  526   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Pode ser que o tempo cure tudo mesmo.

Pode ser que Isaac tenha assustado com as minhas reações e resolvido mudar o comportamento.

Pode ser que seja aquele lance de fase.

Pode ser que, após minha cota de boas ações cumpridas, seres superiores tenham resolvido me dar um tempo.

Pode ser que alienígenas tenham ouvido meus gritos dramáticos e tenham abduzido criaturinha que habitava neste lar.

Pode ser um tudo. ou de tudo um pouco. Ou tudo ao mesmo tempo agora.

Maaaaas acontece que Isaac agora acorda sorrindo para mim.

Me abraça e diz que me ama.

Me ouve.

Responde quando chamo.

Tá a coisinha linda da mamãe.

Lógico e claro que nem tudo é 100%.

Mas, levando em consideração todo o lance da personalidade, mais as liberdades de expressão e pensamento que demos ao pequeno, tá tudo lindo.

Passamos o domingo tão bem, tão concordando, tão rindo juntos, que ó, tô me achando a mãe mais bacana do planeta.

E mais, aquela que tem o filho mais cuti cuti de todos.

Ele ir comigo ao mercado, a padaria, ao raio que nos parta.

Tudo sem resmungar.

Dá medo?

Sim. Muito.

Mas digamos que, mesmo sabendo que essa fase colorida também vai passar, vou me entregar a ela, deixar me iludir, e chorar depois.

Porque, né, tô aqui pra isso.

E tô aqui também pra reconhecer que, amigas, eu tenho as minhas fases.

Eu tenho meus momentos descoloridos.

Ou só colorido de cores berrantes, irritantes e bravas.

E Isaac me aguenta.

Tem que.

Então, já que somos todos feitos de beleza e feiura, doçura e amargura, tensão e leveza, vamos que vamos.

Vamos até o próximo momento loucura ou próxima descoberta.

Ótima semana pra nós, estável ou não.

Beijo

Carol Garcia

Carol Garcia

Carol Garcia nasceu jornalista e descobriu isso bem mais tarde. Apareceu na TV, na internet, escreveu quilômetros de textos, fala pacas pelo microfone e adora. Nasceu mãe também, e hoje aos 36, vive de aprender e ensinar com o Isaac. Logo, ela juntou tudo, misturou, chacoalhou e mantém um blog onde desfia e desafia todos os loopings dessa montanha russa que é a maternidade. http://viajandonamaternidade.blogspot.com.br/

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade