PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Usuários de Airsoft devem se proteger
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Usuários de Airsoft devem se proteger

Usuários de Airsoft devem se proteger

05/02/2018
  6338   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Quem é pai de adolescentes ou tem contato com adultos jovens, já deve ter ouvido falar em airsoft. Você sabe o que é?

O Airsoft é um esporte de ação que simula situações de combate. Para isso utiliza armas de pressão que disparam bolinhas de plástico de 6 mm de diâmetro. As munições são rígidas e sem tinta, por isso a honra dos jogadores é fundamental, já que ele deverá acusar quando for atingido. No paintball as armas usam bolas com tinta, que são os marcadores. O diferencial entre as duas são: o alcance dos tiros e o som produzido por eles. O realismo do Airsoft é maior. É importante ressaltar que o Airsoft (algo como ar macio) é regulamentado pelo Exército Brasileiro (já que se trata de um esporte de combate).

O nome parece seguro o suficiente, mas se uma arma de airsoft estiver na lista de desejos do seu filho, você deve estar atento à segurança. Essas armas se parecem com armas reais e são vendidas em lojas de produtos esportivos. As crianças usam-nas para atirar bolinhas plásticas em alvos ou entre si. O nome é terrivelmente enganador, dizem os especialistas em prevenção de lesões da American Academy of Pediatrics (AAP) e ninguém deve ser autorizado a usar estes sem proteção ocular adequada.

Aqueles que não usam proteção para os olhos estão em risco de lesões oculares. Bolinhas de Airsoft que atingem o olho podem causar arranhões, colapso doloroso de sangue no interior do olho, deslocamento de lentes ou cegueira. As normas recomendam que as crianças e adultos usem óculos de proteção estilo paintball.

As armas do Airsoft são vendidas ao lado de outras armas que disparam esferas de metal (chumbinho) e armas de paintball que disparam bolas gelatinosas cheias de tinta. Ar, outros gases, molas e eletricidade ajudam a lançar a munição. As armas esportivas têm um bico laranja ou vermelho para que não sejam confundidas com uma arma real. A ponta laranja não deve ser removida, a lei exige que ela fique laranja ou vermelha.

As armas de ar comprimido e as armas de “chumbinho” não são projetadas para serem usadas para atingir outras pessoas ou mesmo animais. Elas podem matar animais pequenos.

As armas de Airsoft e paintball são projetadas para serem usadas contra outras pessoas nos jogos. Eles podem causar irritação na pele, mas não devem furar a pele. Elas somente “picam”. Use roupas protetoras se você não quer ser “picado”.

Por estas razões, não há uma idade em que armas de Airsoft são consideradas seguras. Os pais devem considerar se seu filho entende os riscos que ele e os outros correm e que usará proteção para os olhos. É uma questão de confiança e maturidade.

A conclusão é que todas essas armas são potencialmente prejudiciais. Os pais devem ter muito cuidado para não pensar em nenhum desses como brinquedos inofensivos.

 

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

 

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o cuidado médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade