PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
A influência da censura
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
A influência da censura

A influência da censura

09/10/2012
  2766   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

As pessoas têm a impressão de que a censura ou a classificação etária dos filmes e séries é decidida pelo governo, mas isso não é verdade. Os criadores de jogos, filmes e programas de televisão aplicam suas avaliações nos próprios produtos.

Atualmente, existem três sistemas de classificação diferentes para filmes, televisão e jogos de videogame. Todos eles são avaliados com base na idade e advertências sobre o conteúdo. Com base nisso, foram realizadas pesquisas com relação às diferenças de censura para cada tipo de mídia, a fim de dissipar a confusão que, geralmente, atinge os pais. Às vezes, os adultos não compreendem a maneira correta de usar os sistemas de classificação a favor da tomada de decisões sobre o conteúdo que os filhos terão contato.

O sistema de classificação atual não é rigoroso ou baseado na ciência. Uma sugestão para os pais é usar a censura como um guia, pois eles devem fazer a lição de casa sobre cada mídia, antes de decidir pela compra do produto e pela liberdade dos filhos assistirem ou jogarem algo cuja classificação não condiz com o conteúdo.

Abaixo, há mais informações sobre cada sistema de classificação:

Classificações de filmes

A agência de classificação dos filmes é a Motion Picture Association (MPA), uma das principais empresas que possui áreas de pesquisa sobre censura nessa área.

Nos últimos 10 anos, pesquisadores descobriram que o conteúdo violento e sexual acarretou no aumento da censura de filmes para PG-13. Aqueles que possuem palavrões e conteúdos sexuais ficaram com a classificação R (pessoas abaixo de 17 anos devem estar acompanhadas de um responsável adulto ao assistir). É fato que a maioria das adaptações cinematográficas atuais incluem uma grande quantidade de atos violentos.

Leia também: A influência dos filmes para crianças

Pontuações dos programas de televisão

Um estudo de audiência dos programas televisivos revelou que as classificações etárias não correspondem aos conteúdos descritos, principalmente quando há inserção de atos de violência e sexuais.

Uma das funções mais úteis para controlar o tipo de programa que pode ser visto por crianças e adolescentes é o “controle parental”, que permite a configuração de filtros para bloquear programas que não são adequados para seus filhos. 

Classificação de jogos de videogame

Os jogos de videogames são classificados pela Entertainment Software Ratings Board (ESRB).

Pesquisas sobre as classificações de jogos de videogames mostraram que há muita violência neles e os pais nem imaginam que isso acontece. Os pesquisadores apontaram que atos de violência não são descritos no conteúdo das caixas dos games. Uma análise concluiu que muitos deles possuem cenas de violência, assassinato e uso de armas.

Fonte: Centro de Mídia e Saúde da Criança – Hospital Infantil de Boston.

Atualizado em 2 de abril de 2024

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

(CRM-SP 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, com especialização na Universidade de São Paulo (USP) e pós-graduação em Gestão na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás, David e Benjamim.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade

    Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se abaixo para receber nossas comunicações. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade de Instituto PENSI.