PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Dor no pé dos pequenos atletas
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Dor no pé dos pequenos atletas

Dor no pé dos pequenos atletas

01/08/2012
  536   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Saiba como preveni-la, principalmente, na prática de corrida

A dor no pé do jovem atleta é um problema comum encontrado em todos os esportes. Muitas lesões são exclusivas para determinadas atividades físicas, enquanto outras são vistas em todos os tipos de esporte, especialmente aqueles que envolvem corrida. As lesões podem envolver os ossos, ligamentos, tendões ou outras estruturas de tecidos moles do pé.

Lesões nos pés

As lesões no pé podem ocorrer subitamente (aguda) ou se desenvolverem gradualmente ao longo do tempo (crônica). Exemplos das agudas são as fraturas, entorses e contusões. Estas resultam em dor imediata e perda de função. Exemplos de lesões que se desenvolvem ao longo do tempo são as fraturas de estresse e tendinite. Elas são, muitas vezes, descritas como irritantes que pioram ao longo do tempo e sem causa evidente, que podem ser recuperadas.

O que fazer quando um atleta tem uma lesão no pé?

Para lesões graves agudas em que se suspeita de fratura, o atleta deve ser avaliado por pessoal médico imediatamente. Também é importante ver se há qualquer sinal de movimento alterado, sensação, ou fluxo sanguíneo em áreas distantes da lesão. Para a maioria das outras lesões, tente repouso, gelo, compressão e elevação. Se não houver melhora, elas devem ser avaliadas pelo pediatra.

Tratamento e retorno ao esporte

Cada tipo de lesão no pé tem um tratamento específico, e o médico começará este, depois do diagnóstico. O profissional de saúde pode precisar encaminhar o paciente a um especialista em medicina esportiva ou ortopedista para avaliação e tratamento. Em geral, os atletas podem regressar com segurança às suas atividades, quando eles são capazes de passar no “teste dos cinco passos”, que pode ser feito com rapidez e facilidade no consultório do pediatra:

1. O atleta deve ser capaz de andar, correr com todos os movimentos do corpo;
2. Andar na ponta dos pés sem dor;
3. Movimentar ambos os pés, sem dor;
4. Mexer o pé afetado sem dor, e;
5. Mostrar equilíbrio satisfatório durante o posicionamento da perna que teve o lado afetado. Ainda que o atleta não esteja completamente recuperado nesta etapa, quando ele passa por estes testes simples, geralmente já é indicado para o retorno com segurança e eficácia à atividade física.

Para prevenir as lesões nos pés…

Muitos tipos de lesões podem ser impedidos de ocorrer novamente. Alguns itens que ajudam a evitá-las, em geral, são o alongamento antes da atividade física, uso de calçados de tamanho adequado, boa nutrição, entre outros.

Além disso, existem algumas dicas para compra de um calçado adequado. A melhor maneira para obtê-lo é para passar algum tempo numa loja da especialidade e pedir ajuda ao vendedor que compreende o que você quer:

A. Experimente o tênis de corrida no final da tarde ou à noite, quando seus pés estão inchados (o pé do corredor incha com a corrida). Não se surpreenda se o seu tênis de corrida for um pouco maior que outros calçados. Leve as meias que na maioria das vezes usa para correr e órteses (palmilhas personalizadas), se você usá-las;

B. Verifique se o sapato se encaixa corretamente. O tênis de corrida deve ser confortável e isso deve ser percebido logo em seguida de calçá-lo. O calcanhar deve caber confortavelmente, sem deslizar. Os couros devem ser confortáveis, mas não restritivos, e você deve ter pelo menos um pequeno espaço na ponta de seu dedo mais longo. Isso permite a expansão do pé.

C. Substitua os sapatos a cada 400/500 km. Mesmo que possam parecer em bom estado, pois a entressola terá perdido o apoio e almofada de amortecimento.

Por Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Sports Shorts (Copyright © 2005 American Academy of Pediatrics) Projeto Conceitual do Capítulo Ohio, a American Academy of Pediatrics

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade