PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Escovando os dentes da criança pré-escolar
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Escovando os dentes da criança pré-escolar

Escovando os dentes da criança pré-escolar

31/03/2017
  1363   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

A discussão é real. Os pré-escolares estão aprendendo e querem ser independentes, mas a independência vem com a prática (e com a sua orientação).

Nesta idade, as crianças ainda não têm o desenvolvimento neuromotor ou concentração para escovar os dentes por si próprios. Os pais precisam supervisionar e ajudar para que a escovação remova toda a sujeira que pode causar cárie dentária. Como você já deve ter ouvido falar, o problema dentário mais comum em crianças dessa idade é, de fato, a cárie.

É melhor você colocar o creme dental na escova de dentes até que seu filho tenha 6 anos. Até os 7 ou 8 anos de idade, você precisará ajudá-los a escovar. Tente escovar os dentes primeiro e depois deixá-los terminar.

Aqui estão 6 dicas rápidas e eficazes para batalhas de escovas:

Dica 1: Reconheça que você não está sozinho!

Seu filho em idade pré-escolar está realmente em transição psicológica, e é muito típico que o desafie em um “teste das vontades.” Com o tempo, esta etapa vai passar. Em vez de se alimentar do ciclo de frustração com batalhas matutinas e / ou noturnas, reconheça que isso é realmente normal e considere o estabelecimento de uma rotina que é codificada em sua agenda.

Dica 2: Siga uma rotina

Depois de um longo dia, a rotina de dormir, normalmente, é levada a cabo por pais e filhos exaustos. Seu filho está cansado e irritadiço e a última coisa que você está olhando é a batalha da escovação dos dentes.

A rotina noturna pode ser “banho, livro, escova, cama”. Quando se diz, “é hora de dormir”, toda a família entende a linguagem: é hora do banho, livro, escova, cama.   A ordem dos eventos ajuda a criança a desacelerar e entrar num estado de humor possível para a transição para a cama (e escovação) .O nome dá-lhes uma compreensão clara do que é esperado e até mesmo lhes dá algum grau de controle. Uma criança que sabe o que esperar tende a responder melhor. Veja qual sequência funciona melhor para sua família, e certifique-se de que a sequência é nomeada e realizada sem alterá-lo muito.

Dica 3: Veja para crer!

Um simples calendário de escovação colocado no quarto do seu filho também pode fazer uma grande diferença. Claro, um calendário pode não funcionar para uma criança menor que 2 anos, mas as crianças com mais de 3 anos podem responder muito bem a esta abordagem. Colocar um adesivo ou rosto sorridente após cada sessão de escovação também lhes dá senso de controle. Simples e tipicamente eficaz.

Dica 4: Leve até eles

Quando uma criança adormece no carro à noite, ou está doente ou apenas tendo um dia ruim, leve a escova de dentes e fio dental até a sua cama. Pode usar uma quantidade minúscula de pasta de dente e fazer um leve esfregaço e uma toalha de papel para cuspir em seguida.

Dica 5: Pela manhã escovar após o café-da-manhã

A maioria dos pais são apressados ​​nas manhãs com pouco tempo para assistência à criança escolar e o seu trabalho. Então, a realidade é que muitos pais não acabam escovando os dentes de seus filhos pela manhã. Aqueles que fazem, geralmente o fazem antes de tomar café da manhã. O problema com a escovação antes do café da manhã é deixar os restos de alimentos que cobrem os dentes da criança o resto do dia. Se o alimento é pegajoso ou açucarado, isso pode levar a cáries.

Dica 6: Beber água

Se o seu filho não for escovar os dentes durante o dia, tente pelo menos dar-para beber um copo de água depois de comer ou antes de dormir. Isso irá lavar alguns dos detritos de alimentos e revestir os dentes com flúor em vez de bebidas açucaradas como suco. Beber água em vez de bebidas açucaradas é saudável e outra rotina para estabelecer quando as crianças são jovens!

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte:

http://pediatricdentistsandiego.com/blog-new/

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o cuidado médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade