PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Esporte em excesso pode causar problemas
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Esporte em excesso pode causar problemas

Esporte em excesso pode causar problemas

21/05/2012
  2320   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Movimentos repetitivos nos exercícios físicos podem causar bursite, tendinite e outros danos

Lesões por prática excessiva de esportes entre jovens são tão sutis, que normalmente passam despercebidas no início. Ao longo do tempo, porém, a repetição de danos na mesma área do corpo pode culminar em bursite, tendinite e outras lesões, como fraturas por estresse.

Os danos são mais comuns em movimentos repetitivos, como os observados na natação, corrida ou dança. As lesões agudas são mais frequentes em esportes de colisão, como futebol ou hóquei.

Apenas uma em onze lesões é classificada como “grave”, pela NATA (The National Athletic Trainers’ Association) que define como: “qualquer acidente que afaste o atleta por mais de três semanas”.

O tratamento básico consiste frequentemente de “RICE”, uma sigla em inglês que significa repouso, gelo, compressão e elevação.

O pediatra pode ainda recomendar exercícios domiciliares para melhorar a força muscular e flexibilidade. Consultas com outros especialistas, como médicos da área esportista ou ortopedistas, podem ocorrer também.

Queixas de dor ou rigidez muscular devem ser motivo para levar seu filho imediatamente ao pediatra. O médico vai indicar o tratamento adequado e a consulta pode prevenir que lesões menores se tornem piores ou que causem danos permanentes.

Nunca permita que um adolescente pratique algum esporte, se ele estiver com dor.

Por Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Caring for Your Teenager

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

  • Gustavo Pimentel David disse:

    Olá,
    Tenho 16 anos, e há cerca de 5 meses sofro de uma lesão na verilha, fui jogar futebol, distendi a virilha (segundo aos medicos) e nao consigo melhorar dessa lesao, os medicos disseram que estou com essa lesao agora, pois quando eu tinha 13 anos, até os 15 eu praticava exercicios fisicos muito puxados, muito constantemente( hoje tenho 16 anos). Semana q vem tenho marcada uma ingiltraçao , segundo ao medico, ira melhorar..
    Qual a melhr coisa que eu possa fazer, pois tenho um sonho que é ser jogador de futebol, e infelizmente nao estou podendo correr atraz desse sonho por causa dessa lesao..
    Obrigado

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Gustavo, sem conhecer o seu quadro clínico não temos como afirmar se o procedimento que você fará será positivo. Recomendamos que confie no seu médico e siga todas as instruções que ele passou. Desejamos melhoras.

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade