PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Indo para casa
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Indo para casa

Indo para casa

07/05/2018
  543   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

O bebê nasceu e é hora de ir para a casa. A maioria dos pais estará à procura do manual de instruções que deveria vir com a criança, mas ele não existe. Veja aqui umas dicas de como agir.

A maioria dos hospitais dará alta para você e seu bebê dentro de quarenta e oito horas se tiver feito parto vaginal. No entanto, se você se submeter a uma cesariana, poderá permanecer na instituição por três a cinco dias. Se seu bebê nascer em um centro de parto alternativo ou humanizado, você poderá voltar para casa dentro de vinte e quatro horas. No entanto, só porque uma criança saudável a termo pode ser dispensada do hospital em menos de quarenta e oito horas, não significa necessariamente que ela deva ocorrer.

Nós acreditamos que a saúde e o bem-estar da mãe e de seu filho são primordiais. Como cada criança é diferente, a decisão de dar alta a um recém-nascido deve ser tomada caso a caso. Se um recém-nascido sai cedo do hospital, ele deve ser visto por um médico 24 horas a 48 horas após a alta. Antes de tomar a decisão sobre quando ir para casa, você e seu médico irá avaliar cuidadosamente as vantagens e desvantagens. Do ponto de vista emocional e físico, há argumentos para uma estadia curta (um a dois dias) e mais longa (três dias ou mais). Algumas mulheres simplesmente não gostam de estar no hospital e se sentem mais confortáveis ​​e relaxadas em casa; assim que eles e seu bebê são declarados aptos e saudáveis eles estão prontos para sair. No entanto, mães novas muitas vezes não conseguem descansar tanto em casa como no hospital – especialmente se houver crianças mais velhas clamando por atenção. Também não é provável que tenham acesso ao valioso apoio que enfermeiras treinadas podem oferecer no hospital durante os primeiros dias de amamentação e cuidados com o bebê.

Se um recém-nascido sai do hospital cedo, ele deve ter recebido todos os testes apropriados para recém-nascidos, como uma triagem de audição, de olhos, além do teste do pezinho e ele também deve ser examinado pelo pediatra 24 a 48 horas após o nascimento. Evidentemente, o médico deve ser chamado imediatamente sempre que um recém-nascido pareça apático ou febril, vomite, tenha dificuldade para se alimentar ou desenvolva uma coloração amarelada na pele (icterícia).

Antes de sair do hospital, sua casa e seu carro devem estar equipados com pelo menos o essencial. Certifique-se de ter um assento de segurança aprovado pelos órgãos de segurança do trânsito e que seja apropriado para o tamanho do seu bebê. Além disso, certifique que você tenha instalado corretamente voltado para trás no banco de trás do seu veículo. É extremamente importante seguir cuidadosamente as instruções do fabricante do assento do carro sobre a instalação e o uso adequado e, se possível, é útil verificar a instalação do assento do seu carro por um técnico certificado de segurança para crianças, para garantir que você acertou.

Em casa, você precisará de um local seguro para o bebê dormir, muitas fraldas e roupas e cobertores suficientes para mantê-lo aquecido e protegido. Se você não está amamentando por algum motivo, você também precisará de um suprimento de fórmula.

Saiba mais:

 

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Pediatrics

Fonte Cuidando do seu bebê e da criança pequena: Do nascimento aos 5 anos de idade (Copyright © 2009 American Academy of Pediatrics)

 

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o cuidado médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade