PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Infecções em recém nascidos
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Infecções em recém nascidos

Infecções em recém nascidos

31/07/2014
  18905   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

O Estreptococo do grupo B (GBS) é uma bactéria que pode causar doenças graves, especialmente em recém-nascidos. É responsável por muitos casos de meningite (uma inflamação das membranas que envolvem o cérebro e  medula espinal) em recém-nascidos, bem como alguns casos de infecções do sangue (sepses) e pneumonia.

Estas infecções ocorrem com frequência logo após o nascimento. As infecções que ocorrem na primeira semana de vida são chamadas de doença de início precoce. Esses bebês geralmente contraem o GBS de suas mães antes ou durante o nascimento. Recém nascidos prematuros são mais propensos a desenvolver infecções GBS do que bebês nascidos a termo. As infecções que ocorrem um pouco mais tarde, depois de uma semana de idade e durante os primeiros 3 meses de vida, são chamadas de doença de início tardio. Na doença de início tardio, as bactérias podem ser contraídas a partir da mãe, de outras crianças, membros da família e outros cuidadores.

Um bebê infectado com GBS pode ter sintomas tais como:

1-   Febre

2-   Dificuldades de alimentação

3-   Irritabilidade

4-   Letargia

A maioria das mulheres grávidas portadoras de GBS não terá sintomas. Às vezes, porém, essas mulheres podem ter infecções do trato urinário  ou de sangue durante a gravidez. Se o recém nascido tem algum destes sintomas, contate o seu pediatra imediatamente.

Se o seu médico pensa que seu bebê pode ter uma infecção por GBS, o pediatra vai levar uma cultura de sangue do bebê ou fluido espinhal e enviá-lo ao laboratório para testes e diagnósticos.

Os recém-nascidos com infecções por GBS devem ser tratados com agentes antibacterianos, por via intravenosa. Atualmente não há vacinas contra infecções GBS, embora várias estão sendo estudadas.

 

Autor: Dr. José Luiz Setúbal
Fonte: Imunizações e Doenças Infecciosas: Um Guia para Pais e Esclarecido (Copyright © 2006 Academia Americana de Pediatria)

As informações contidas neste site não deve ser usado como um substituto para o tratamento médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade