PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Mamãe Blogueira: rebobinando a fita
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Mamãe Blogueira: rebobinando a fita

Mamãe Blogueira: rebobinando a fita

28/01/2016
  300   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

 

sad-mom

Essa sou eu.

E então que qualquer frase lida, video assistido, comida digerida, me lembram algo em que eu deveria estar pensando, ou me aperfeiçoando, ou me corrigindo, ou enfim….

Gente louca. sim, sou.

Mas voltando a essa noite…

E cheguei a uma conclusão dolorida.

Me transformei num monstro horrível, descontrolado, sem paciência e – o pior de tudo – sem graça.

Não é drama.

(Sim, é, mas finge que não e me abraça)

Não é culpa.

(Sim, é, sempre é, mas a gente acha que já se libertou)

Não é culpa da falta de sono.

(Pode ser, um pouco)

Mas parei pra pensar no dia e não lembrei em momento divertido, animado, nada.

Só lembrei da louca dos horários, das regras, das obrigações.

Soltei grito interno, pq né? De madrugada não dá pra extravasar assim.

Me odiei muito.

Me prometi mudança.

Pelo meu bem e do meu filho.

E agora escrevo com um aperto no peito.

Uma raiva gigantesca.

Uma vontade enorme de rebobinar a fita.

De reescrever essa história.

De sentar e chorar.

Sei que pode ser exagero, sei que não pode ser tudo assim assim…

Mas no caminho que está, não dá pra ficar.

Mudemos.

Mudemos e oremos.

Instituto Pensi

Carol Garcia

Carol Garcia

Carol Garcia nasceu jornalista e descobriu isso bem mais tarde. Apareceu na TV, na internet, escreveu quilômetros de textos, fala pacas pelo microfone e adora. Nasceu mãe também, e hoje aos 36, vive de aprender e ensinar com o Isaac. Logo, ela juntou tudo, misturou, chacoalhou e mantém um blog onde desfia e desafia todos os loopings dessa montanha russa que é a maternidade. http://viajandonamaternidade.blogspot.com.br/

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

  • July Y T disse:

    Sinto o mesmo! Me identifiquei muito. Louquinhas de pedra…muita coisa nessas cabecinhas com síndrome do pensamento inquieto, não é? “Tamo juntoooo”….

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade