PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Meditação para diminuir o estresse tóxico
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Meditação para diminuir o estresse tóxico

Meditação para diminuir o estresse tóxico

07/07/2016
  911   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

O estresse tóxico é aquele sofrido por crianças durante um tempo prolongado e que irá afetar a vida deste indivíduo para sempre. Geralmente ocorre em crianças que vivem em comunidades muitos carentes, com vulnerabilidade social extrema, ou que são vítimas de violência, abusos de ordem física, psicológica, sexual etc. Saiba mais sobre o assunto acessando este link: https://www.youtube.com/watch?v=dZazltqAti0

 

Um novo estudo descobriu que a meditação na escola ajudou os jovens a lidarem de forma mais eficaz com o estresse contínuo e trauma de crescer em uma comunidade de baixa renda, meio ambiente urbano nos EUA.

 

O estudo olhou para uma comunidade de baixa renda e de minorias sóciorracial por meio de alunos da oitava série em 14 classes separadas em duas escolas públicas da cidade de Baltimore, que foram aleatoriamente designados para redução de estresse baseada em sessões de meditação ou educação geral de saúde durante 12 semanas.

 

No programa de meditação chamado de ‘atenção plena’, os alunos aprenderam e praticaram  uma variedade de habilidades para melhorar a sua capacidade inata de atenção, definida como não-julgamento, consciência presente e focada. Essas meditações incluíram consciência do corpo-mente através da ioga suave e discussão de oportunidades de meditação cotidianas.

 

Nesta população estudantil, situações cotidianas muitas vezes resultam de condições crônicas tais como a pobreza multi-geracional, oportunidades educacionais e econômicas limitadas, altos níveis de uso de drogas e comércio e penetrante violência na comunidade. Os jovens que haviam recebido o treinamento da mente relataram poucos sinais de “estresse tóxico”, incluindo:

  • Depressão
  • Auto hostilidade
  • Humor negativo
  • Abordagem d
  • Enfrentamento pouco saudável
  • Sintomas pós-traumáticos

 

Os autores do estudo concluíram que as descobertas sugerem que meditação deve ser considerada como uma ferramenta de prevenção de problemas de saúde mental e de comportamento em estudantes de minorias de baixa renda.

 

Em São Paulo e em Florianópolis já existem experiências deste tipo em creches, veja nos links abaixo:   http://vejasp.abril.com.br/materia/creche-meditacao-merenda-vegetariana/

http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/bom-dia-santa-catarina/videos/v/escola-no-sul-da-ilha-trabalha-yoga-e-meditacao-com-alunos/4311755/

Saiba mais sobre este assunto no nosso blog:

https://www.youtube.com/watch?v=FXX-7v45doA

http://saudeinfantil.blog.br/2014/02/estresse-toxico-e-seus-efeitos/

 

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Pediatrics, January 2016

SCHOOL-BASED MINDFULNESS INSTRUCTION: AN RCT

Erica M.S. Sibinga, Lindsey Webb, Sharon R. Ghazarian, Jonathan M. Ellen
As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o cuidado médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais

Pulicado por Instituto Pensi

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade