PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
O sorriso das crianças
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
O sorriso das crianças

O sorriso das crianças

20/12/2016
  1287   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Existe um texto na internet, segundo muitos apócrifo, chamado “Deus segundo Espinoza”. Baruch Espinoza foi um filósofo do século XVII, de família judia e de origem portuguesa, nascido na Holanda. No texto Espinoza faz uma crítica aos cristãos idólatras, demonstrando que Deus não quer a idolatria barata: “Pára de ir a esses templos lúgubres, escuros, frios que tu mesmo construíste e que acreditas ser a minha casa. Minha casa está nas montanhas, nos bosques, nos rios, nos lagos, nas praias. Aí é onde Eu vivo e aí expresso meu amor por ti”.

O texto pode não ser verdadeiro, e eu pessoalmente não creio mesmo que seja, mas, convenhamos, é bonito. Quando li pela primeira vez em uma mensagem no Facebook fiquei impressionado, o texto por completo é muito maior do que esse trecho que coloquei, e por incrível que pareça me identifiquei muito com ele. Sou católico e processo a minha fé respeitando as várias vertentes religiosas que existem, mas adoro aquela frase do John Lennon: “Imagine se não houvesse nenhum país, não é difícil imaginar, nenhum motivo para matar ou morrer e nem religião, também…”. Espinoza foi contraditório em seu tempo, foi excomungado, tentaram matá-lo e deserdá-lo, porém ele se manteve firme em suas convicções.

Bem, mas por que essa introdução? Não conheço a obra toda desse pensador, mas gostaria de acrescentar, se me permitem, mais um local onde Deus expressa seu amor pela humanidade: nos sorrisos das crianças.

Completei nesse mês de dezembro trinta e seis anos de profissão. Tenho orgulho desse meu tempo como dentista, a minha querida Odontologia me proporcionou praticamente tudo que possuo, família, amigos, conquistas pessoais e profissionais e ainda depois de tanto tempo me traz satisfação por exercê-la. Tanto tempo depois? Sim, como odontopediatra posso explicar em uma frase: o sorriso das crianças. Só posso creditar tão potente incentivo como obra divina.

Vou fazer uma comparação que muitos não entenderão, mas para aqueles que praticam vai ser fácil.  Adoro correr, sim essas corridas de rua, nos parques, nas esteiras, na praia, onde puder, se for seguro e se tiver tempo, eu corro. Gosto tanto que no último ano corri três maratonas, aquelas de 42 quilômetros. Bem correr maratonas não é assim tão fácil, é necessário muito treino e dedicação, mas a sensação de completa-la é indescritível. É algo que transcende a atividade física, e atinge a alma. A prova é extenuante, mas ao final o sentimento é de que todo aquele tempo despendido nos treinos valeu a pena. Vocês podem acreditar, ao final de um tratamento odontológico ao receber o sorriso de uma criança a sensação é muito semelhante à conclusão de uma maratona, é emocional.

Os sorrisos das crianças têm um poder muito grande, esquentam corações amargurados, amolecem os durões, enxugam lágrimas e unem famílias. É bom cuidar de crianças, a percepção é de que estamos cuidando do futuro, do futuro delas e do nosso. A criança criada com amor demonstra no sorriso à ingenuidade, a inocência, a meiguice que não são frutos de interesses escusos, e sim espelham o que se passa no coração.

Bem, gostaria de agradecer aqui a todos que nos acompanharam nesse ano, gostaria de agradecer as novas amizades, as pessoas que fizeram diferença em minha vida. Gostaria de agradecer a Deus por sua infinita bondade e por permitir que eu possa conquistar mais sorrisos das crianças. Pra terminar uma frase, que não é apócrifa: “Deixai as criancinhas virem a mim e não as impeçais, pois delas é o Reino de Deus”. A frase do Aniversariante do mês demostra seu apreço pelos nossos pequenos, onde mais ele poderia traduzir seu amor pelos homens?

Um Feliz Natal a todos e a vossas famílias, repleto de sorrisos e que eles sejam constantes nesse Ano Novo.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade