PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Os perigos do HPV
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Os perigos do HPV

Os perigos do HPV

30/11/2017
  1622   
  1
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

As doenças preveníveis por vacinas deveriam ter o destino de acabarem, como foi o caso da varíola, mas ao invés disso, algumas destas doenças estão presentes em nossas vidas causando gastos do nosso escasso orçamento destinado à Saúde. Este é o caso do papiloma vírus humano ou HPV, que tem vacinação gratuita na rede pública, mas que segundo números do Ministério da Saúde divulgados nessa semana, continua infectando os jovens.

O vírus do HPV é associado a diversos tipos de câncer, em especial o de colo de útero e à verruga genital. Existem mais de quarenta tipos diferentes de HPV que podem resultar em doenças, alguns mais frequentes, outros mais raros. É uma doença sexualmente transmitida.

Mais da metade da população brasileira jovem, de 16 a 25 anos, está infectada com o HPV, vírus causador do câncer de colo de útero e de outros tipos de tumor. A estimativa é de um estudo epidemiológico feito pelo Ministério da Saúde em todo o Brasil numa pesquisa com 7.586 pessoas, das quais 2.669 foram submetidas ao teste de HPV. A partir dos exames, a prevalência estimada do vírus foi de 54,6% da população dessa faixa etária. Deste grupo, 38,4% apresentam tipos de HPV de alto risco para o desenvolvimento de câncer.

A vacina contra a doença está no calendário oficial e disponível para meninas de 9 a 14 anos, e a partir deste ano, o imunizante também ficou disponível para meninos de 11 a 14 anos. Essa é a recomendação da Sociedade Brasileira de Pediatria. Embora o imunizante seja gratuito e esteja disponível em todos os postos de saúde do País, o governo federal tem tido dificuldades de alcançar a cobertura vacinal ideal. Nos últimos anos, a taxa de adesão tem ficado em 50%. O estudo mostrou ainda que 16,1% dos jovens têm alguma doença sexualmente transmissível (DST) prévia ou resultado positivo para HIV ou sífilis. A vacina contra o HPV pode ser aplicada em quem já deu início à atividade sexual, porém, se já estiver infectado, ela não será mais eficaz. Por ser uma vacina recente, ainda não está estabelecida qual a duração da proteção pelo uso da vacina.

Saiba mais sobre esses assuntos

 

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte:

  1. http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/secretarias/svs/noticias-svs/28641-pesquisa-feita-no-brasil-mostra-alta-incidencia-de-hpv-em-homens
  2. http://saude.estadao.com.br/noticias/geral,mais-da-metade-da-populacao-brasileira-jovem-esta-infectada-com-hpv,70002099398

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o cuidado médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

  • Gra disse:

    Boa noite eu já tive o vírus do HPV descobri aos 18 anos após um aborto espontâneo fiz td o q minha geo me orientou depois de mais ou menos 09 meses tive minha segunda gravidez ele está com 04 anos e o outro está com 01 ano meus filhos pode ter adiquirido o vírus tb?
    Mesmo depois de tempos o meu vírus pode voltar?
    O que devo fazer pra confirar exatamente se eu me curei ou não? Pois ando sentindo mt coceira e sair umas bolinhas dolorosas as vezes parece berruga e as vezes parece espinha pois ela aprece depois do nada ela some
    Né tirem essa dúvida por favor pois sinto vergonha de falar sobre esse assunto com qualquer pessoa até mesmo com profissionais enfim desde ja agradeco

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade