PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Os produtos sem glúten para crianças são uma opção saudável?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Os produtos sem glúten para crianças são uma opção saudável?

Os produtos sem glúten para crianças são uma opção saudável?

22/11/2018
  1368   
  2
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Vivemos num Mundo curioso onde as modas são ditadas pelas redes sociais. A retirada do Glúten da dieta das pessoas, mesmo que não apresentem sinais clínicos ou qualquer motivo é a moda atual

Muitas vezes sou perguntado se ”Os produtos sem glúten para crianças são tão saudáveis ​​quanto os seus equivalentes à base de glúten?”

Um estudo publicado na edição de agosto de 2018 da revista Pediatrics, A Qualidade Nutricional de Produtos Sem Glúten para Crianças, examinou o conteúdo nutricional de produtos comercializados no Canadá e especificamente para crianças, para ver como eles se equiparam às suas contrapartes tradicionais.  

Os autores utilizaram mais de 350 produtos voltados para crianças, e compararam a qualidade nutricional dos produtos sem glúten aos produtos sem essa alegação. Uma análise secundária comparou ainda o perfil nutricional desses produtos dirigidos à criança aos seus “equivalentes” de produto.

Os resultados revelaram que os produtos rotulados como isentos de glúten não são nutricionalmente melhores em comparação com os alimentos “normais” para crianças (aqueles sem alegação sem glúten) ou com seus equivalentes contendo glúten.

De fato, aproximadamente 80% dos produtos sem glúten voltados para crianças têm altos níveis de açúcar, enquanto 88% dos alimentos embalados sem glúten destinados a crianças podem ser classificados como de baixa qualidade nutricional devido aos altos níveis de açúcar, sódio e ou gordura.

Muitos dos alimentos sem glúten para as crianças também tinham menos proteínas e uma porcentagem similar de calorias do açúcar em comparação com produtos direcionados para crianças, sem uma alegação sem glúten.

Os autores do estudo chamam a atenção dos pais de crianças com intolerância ao glúten e ou sensibilidade, juntamente com os pais que compram produtos sem glúten por outras razões de saúde, sejam conscientes da necessidade de analisar cuidadosamente os rótulos dos produtos ao fazer compras.

Como os grãos integrais são importantes para as crianças, a remoção de todos os produtos que contêm glúten deixa um grande buraco em suas dietas.

O que nós sabemos sobre este assunto:

1- Pesquisas recentes mostram que atrasar a introdução de glúten em bebês não diminui sua chance de desenvolver doença celíaca mais tarde na vida. Portanto, não há razão para eliminar o glúten na dieta do seu bebê, a menos que haja uma alergia ou doença celíaca documentada, e que você tenha discutido o plano nutricional com seu pediatra;

2- Pode ser uma boa ideia limitar alguns alimentos “com trigo branco” (processado), como pães e biscoitos não saudáveis, altamente processados, que não contêm fibras, e listas longas de ingredientes – estes tendem a ser menos nutritivos do que suas   contrapartes de grãos integrais. Mas sem uma razão médica, você não precisa eliminar totalmente o glúten. Em vez disso, ofereça muitos grãos integrais saudáveis, como trigo integral, aveia, cevada, arroz integral e quinoa.

Saiba mais sobre isso no blog do Hospital Infantil Sabará:

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: July 2018 from the American Academy of Pediatrics

The Nutritional Quality of Gluten-Free Products for Children

Charlene Elliott

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o cuidado médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade