PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Uso de drogas na adolescência
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Uso de drogas na adolescência

Uso de drogas na adolescência

26/01/2012
  503   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Baixo rendimento escolar e estresse foram algumas das características dos jovens internados pelo uso de drogas

Todos que têm contato com adolescentes, em especial os pais, preocupam-se com a possibilidade de uma intoxicação aguda, causada pelo uso de drogas lícitas ou não. Em um curioso estudo realizado na Finlândia foi determinado alguns fatores de risco.

Nessa pesquisa, avaliou-se os grupos socioeconômicos, o comportamento dos adolescentes, sua saúde antes e depois de uma hospitalização por intoxicação grave. Um grupo de finlandeses com idades entre 14 e 18 anos, com uma média de 10,6 anos, foi analisado.

Foram identificadas 443 pessoas (0,8%), que tiveram pelo menos uma intoxicação aguda que os levaram à internação hospitalar. A idade média de quem foi para o hospital foi de 22,7 anos.

Os maiores fatores de risco para internação por intoxicação nos meninos foram:

1- Sintomas de estresse;
2- Baixo rendimento escolar;
3- Não vivem com os pais na adolescência.

Entre as meninas, os fatores de risco mais fortes foram:

1- Sintomas de estresse;
2- Baixo rendimento escolar;
3- Embriaguez frequente.

A conclusão para os jovens da Finlândia é de que um baixo desempenho escolar, a saúde e o tipo comportamento adotado na adolescência estão associados ao risco de hospitalização por intoxicações na idade adulta.
Fumar diariamente e o beber frequente também foram fortemente associados à hospitalização por intoxicações.

Por Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: ACTA PAEDIATRICA – Adolescent risk factors for poisonings – a prospective cohort studyKivistö, J.E.; Rimpelä, A.; Mattila, Kivistö, JE; Rimpelä, A.; Mattila, VM
(Vol. 100 Nro. 12 Página: 1596-602 Dados da Publicação: 2011/01/12)

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade