PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Vacinas Pneumocócicas em crianças em risco
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Vacinas Pneumocócicas em crianças em risco

Vacinas Pneumocócicas em crianças em risco

04/12/2014
  1062   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

vacina_pneumococica

Vacinas conjugada pneumocócica reduziu as taxas de doença pneumocócica invasiva (grave) em crianças vacinadas diretamente e indiretamente através de imunidade de rebanho em populações não vacinadas.

Em uma nova declaração de política, de dezembro 2014, a Academia Americana de Pediatria (AAP) forneceu novas recomendações para o uso de vacinas pneumocócicas (PCV13), em crianças de 6 a 18 anos de idade.

Depois de vacinas PCV foram introduzidas, as reduções generalizadas na doença pneumocócica invasiva atribuível aos sorotipos da vacina em crianças pequenas. No entanto, as crianças mais velhas com imunodeficiência e outras condições de alto risco continuou a ter risco da a doença pneumocócica invasiva, ilustrando a necessidade de novas recomendações da vacina para incluir essas populações.

As novas recomendações da AAP incluem dar uma dose única de PCV13 para crianças de 6 a 18 anos de idade que têm condições imunológicas comprometidas, incluindo HIV e doença falciforme. As crianças neste grupo que não tenham sido previamente vacinados com a vacina polissacarídica pneumocócica (PPSV23) deve receber uma dose ≥8 semanas após a dose inicial de PCV13. Recomendações para o uso de PCV13 e PPSV23 em crianças saudáveis ​​permanece inalterado desde a política AAP anterior.

 

Vacina pneumocócica conjugada: O Que Você Precisa Saber

Por que se vacinar?

A vacina pneumocócica conjugada (chamado PCV13 ou Prevnar 13) é recomendada para proteger bebês e crianças pequenas, e algumas crianças mais velhas e adultos com certas condições de saúde, de doença pneumocócica doença é causada por infecção com Streptococcus pneumoniae bactérias. Estas bactérias podem se espalhar de pessoa para pessoa através de contato próximo.

A doença pneumocócica pode levar a graves problemas de saúde, incluindo pneumonia, infecções do sangue, e meningite.

Crianças com menos de dois estão em maior risco para a doença grave do que as crianças mais velhas.

Pessoas com certas condições médicas, pessoas com mais de 65 anos de idade, e os fumantes de cigarro também estão em maior risco.

Antes de vacina, as infecções pneumocócicas causaram muitos problemas a cada ano nos Estados Unidos, em crianças menores de 5, incluindo:

  • Mais de 700 casos de meningite
  • 13.000 infecções do sangue
  • Cerca de 5 milhões de infecções de ouvido
  • Cerca de 200 mortes

Cerca de 4.000 adultos ainda morrem a cada ano por causa de infecções pneumocócicas. As infecções pneumocócicas podem ser difíceis de tratar, pois algumas cepas são resistentes a antibióticos. Isso faz com que a prevenção através da vacinação ainda mais importante.

Existem mais de 90 tipos de bactérias pneumocócicas. PCV13 protege contra 13 deles, no Brasil a vacina fornecida pelo Ministério da Saúde é a PCV10. Estas 13 cepas causar infecções mais graves em crianças.

PCV13 ou a PVC 10 é rotineiramente administrada a crianças aos 2, 4, 6 e 12-15 meses de idade. As crianças nesta faixa etária estão em maior risco para doenças graves causadas por infecção pneumocócica.

PCV13 vacina também pode ser recomendada para algumas crianças mais velhas ou adultos, seu médico pode lhe orientar.

 

Pneumocócica 10-valente (Fonte Ministério da Saúde do Brasil)

Crianças menores de 1 ano.

Esquema Vacinal: Serão ministradas 3 doses + 1 reforço no primeiro ano de vida da criança. Para o ano da implantação, haverá um esquema especial, no qual crianças de 12 meses a 24 meses de idade não vacinadas anteriormente receberão a imunização.

 

Um segundo tipo de vacina pneumocócica, chamado PPSV23, também pode ser dado a algumas crianças e adultos, em situações especiais como anemia falciforme, ou que por alguma razão perdeu o baço, por exemplo, incluindo qualquer pessoa com mais de 65 anos

 

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte Policy Statement: “Immunization for Streptococcus pneumoniae Infections in High-Risk Children” Pediatrics dec – 2014

http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/profissional-e-gestor/vigilancia/links-vigilancia?start=380

 

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o atendimento médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o seu pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade