PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Você sabe escovar os dentes das crianças?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Você sabe escovar os dentes das crianças?

Você sabe escovar os dentes das crianças?

19/03/2014
  1503   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

oralhealth_1-750x420

Da mesma maneira que para criar filhos não existe um manual, ao menos algo definitivo, com regras e exceções, para escovar os dentes também não existe um manual definitivo. Claro que para cuidar dos filhos é sempre bom ler matérias de profissionais que entendem do assunto e podem em muito te ajudar, mas manual, aquele que você segue, como se estivesse montando um aviãozinho de aeromodelismo, ah, esse não existe.

Para escovar os dentes existe uma variedade de orientações, textos muito bem explicados, escritos e ilustrados, milhares deles até, que orientam como escovar os dentes das crianças, todos eles importantes, mas não definitivos, mesmo porque as pessoas são diferentes.

Costumo ler muito sobre o tema, mesmo porque faz parte do meu dia-a-dia no consultório e para cada paciente dou uma orientação diferente, depende da idade, da motivação, de quem cuida, se a criança tem ou não necessidades especiais, são várias as técnicas e aplicações. Oriento as mães a cuidarem da saúde bucal dos filhos antes de eles nascerem ou terem dentes, imagine quando aparecem essas joias que proporcionam o sorriso?

Vou dar algumas orientações breves sobre a escovação dos dentes, mas lembre-se bom senso é fundamental. A primeira questão é quando começar a escovar os dentes? Essa é simples: quando os dentes aparecem na boca. Tão logo irrompam, escova neles. Mesmo nos bebês? Claro. Você se lembra de quando seu bebê nasceu e ainda no quarto da maternidade, antes do parto, a enfermeira te pediu roupinha do bebê? Pois bem, seu bebê nunca mais saiu de casa sem roupa, hábito puro e bom senso, claro.

Comece bem cedo à escovação, a criança vai chorar, fazer dengo, mas você não deve esmorecer, nessa fase é importante evitar a cárie de mamadeira e você pode controlar facilmente seu bebê. Use uma escova pequenininha, macia ou uma dedeira com cerdas. Não se preocupe com a técnica, mas faça movimentos circulares delicados na parte da frente e por trás dos dentes.

Sua criança cresceu, já está com todos os dentes de leite na boca? Utilize uma escova adequada à idade, mas sempre macia. Sem muita técnica ainda, mas sempre lembrando que o dente tem várias faces e todas precisam ser escovadas, capriche na face oclusal, essa que morde os alimentos e está cheia de sulcos, e não se esqueça de chegar junto às gengivas, levemente, e mesmo que essa sangre um pouquinho não pare a escovação, uma gengivite inicial pode ser curada apenas com uma escovação.

Seu filho agora está em fase escolar, ele já é um craque no videogame ou no tablet, tem um habilidade enorme com as mãos…esqueça. Nessa fase tem mesmo que deixar a criança escovar sozinha, mas você tem que conferir. Você acha mesmo que ele vai escovar os dentes com a mesma dedicação que devota ao computador? Então se coloque atrás do seu filho (você pode estar sentado ou de pé, depende da altura da criança), encoste a cabeça dele em seu peito e faça-o abrir a boca, você terá uma visão panorâmica dos dentes e pode passar a escova com uma visualização total. Não tente escovar os dentes da criança estando em frente a ela, você não conseguirá olhar direito e a cabeça se afastará à medida que você tentar chegar aos dentes do fundo.

Seu filho já é um adolescente? Pois bem, existem técnicas clássicas de escovação. Quer o nome de algumas, vá lá: Fones, Bass, Scrub, Stillman, Charters, técnica do “rolo”, técnica da “bolinha”, todas explicadas em livros e com indicações específicas e podem, com orientação do dentista ou da TSB (técnica de saúde bucal), ser úteis, porém mesmo com seu filhote já querendo a chave do carro você deve ficar em cima dele e monitorar a escovação. Não é querer intervir na vida daquele moço ou moça, mas trata-se de uma interação gostosa, saudável. Fiz isso com meus filhos e não me arrependi, hoje os dentes deles são perfeitos.

Ah, claro que existem regrinhas básicas tanto para criar os filhos como para escovar os dentes deles e não precisam vir escritas em manuais: faça com carinho, paciência e amor. Sorrisos lindos te acompanharão por toda a vida.

 

assinatura-reynaldo-nova

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

  • Marina Baraças Figueiredo disse:

    Obrigada pelos “dentes perfeitos”, pai!
    E confesso que tem dias que eu gostaria de voltar a ser criança, pra vc escovar os meus dentes qnd chego em casa morrendo de sono e sem forças pra nada! rs

  • Bruna Marugan disse:

    Muito legal as dicas. É importante salientar que cuidar dos dentes desde criança é vital para uma boa saude quando adulto!! Eu uso aquela Philips Sonicare no meu filho e ele adora, pois ela escova tão rápido que ele não perde muito tempo rsrs.

    Parabéns pelo post!!

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade