PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Dando autonomia para seus filhos se vestirem
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Dando autonomia para seus filhos se vestirem

Dando autonomia para seus filhos se vestirem

08/05/2024
  1566   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Em um mundo atribulado como o atual, muitas vezes, os pais preferem fazer as coisas pelas crianças para irem mais rápido. Sendo assim, nossas crianças vão perdendo a autonomia, já não sabem mais se vestir, amarrar um sapato ou fazer coisas simples de autocuidado como escovar dente, comer sozinho etc.

Aprender a se vestir de forma independente é uma habilidade importante para a vida. Dá ao seu filho(a) a sensação de realização ao dominar uma nova habilidade.

O primeiro passo nesse quesito, é que seus filhos podem ajudá-lo(a) no processo:  eles vão estender um pé para você calçar uma meia e enfiar os braços nas mangas. Em seguida, eles aprenderão a se despir. Eles poderão tirar meias, pijamas e qualquer coisa sem fechos. Depois, aprenderão a vestir roupas sem fechos. Depois, poderão tirar e vestir a roupa com alguma ajuda nos fechos. Finalmente, eles administrarão as fixações sozinhos.

Aqui, damos cinco dicas interessantes:

Envolva seu filho(a) ao se despir e vestir. Você pode fazer isso desde quando eles são bebês. Fale sobre o que você está fazendo. Nomeie as partes do corpo. Cante músicas sobre como se vestir. Siga a mesma rotina. Seu bebê saberá o que está por vir. Seja brincalhão. Coloque as meias nas orelhas ou nas mãos. Deixe-os escolher o que vestir. “Você quer a camiseta azul ou a vermelha?”.

É muito mais fácil para o seu filho(a) aprender a se despir. Deixe-os praticar tirar a roupa primeiro. Pratique como parte da rotina de dormir. Certifique-se de dar bastante tempo a você e seus filhos. Depois que eles puderem se despir, você poderá se vestir.

Roupas largas são mais fáceis de manusear do que roupas justas. Comece com pijamas ou roupas muito grandes. Torne isso divertido. Deixe-os vestir suas roupas enquanto você tenta vestir as roupas deles. Depois que seus filhos conseguirem vestir roupas largas, eles poderão experimentar roupas mais justas. 

Certifique-se de que seu filho(a) esteja na posição certa para a tarefa. Sentar-se no chão, em uma cadeira ou na cama pode ajudar. Seus filhos se sentirão seguros. Eles não ficarão cambaleando e poderão usar as mãos.

Vista a roupa ao mesmo tempo que ele(a) e mostre-lhe o que fazer.

Experimente cada uma dessas maneiras para descobrir o que funciona melhor na sua família. Às vezes, pode ser necessário usar mais de um desses métodos. Lembre-se de que algumas crianças não conseguem olhar e ouvir ao mesmo tempo. Seu objetivo é fornecer o mínimo de suporte necessário. Se você começar ajudando fisicamente, esforce-se para mostrar a eles o que fazer. Em seguida, trabalhe para dizer a eles o que fazer.

Não tenha pressa e seja consistente. Aprender uma nova habilidade leva tempo. Persevere dando apoio até sentir que eles estão progredindo. Pratique, pratique e pratique! Dê a eles oportunidades de praticarem todos os dias.

Todas as crianças precisam aprender a ordem de vestir as roupas. Elas precisam saber que as cuecas e calcinhas devem ser colocadas antes das calças. A menos que queiram se vestir de super-herói!

Ao ensinar uma nova habilidade, geralmente começamos do início. Às vezes, isso pode ser um desafio para as crianças, pois elas ficam frustradas. Você pode dar ao seu filho(a) uma sensação de realização usando a técnica do encadeamento regressivo ou reverso. O encadeamento reverso é particularmente útil ao aprender habilidades de autocuidado, como vestir-se. Também pode ser útil ao ensinar crianças mais novas. Também é útil quando alguém está tendo dificuldade em aprender novas habilidades.

Então, o que é encadeamento reverso? Você começa dividindo a tarefa em pequenas etapas. Primeiro, você ensina ao seu filho(a) o último passo, trabalhando de trás para frente a partir da meta. Você conclui todas as etapas, exceto a última. Você faz seu filho(a) praticar a etapa final. Ele(a) desfrutará do sucesso que advém da conclusão de uma tarefa. Assim que seu filho(a) conseguir realizar a última etapa, você concluirá todas as etapas, exceto as duas últimas. Você ensina ao seu filho(a) o penúltimo passo e ele(a) mesmo completa o último passo. Ainda mais sucesso! Continue até ensinar o primeiro passo e seu filho(a) completar todos os outros.

Colocar as roupas do jeito certo é complicado. A maioria das crianças ainda veste as roupas do avesso quando começa a escola. Algumas crianças podem achar isso um desafio à medida que avançam no mundo acadêmico. Tal como acontece com todas as habilidades de vestir, é melhor começar a ensinar essa habilidade o mais rápido possível.

Aos 2 anos, seu filho(a) deverá ser capaz de tirar a jaqueta desabotoada. Entre os 3 e os 4 anos, ele(a) deve ser capaz de vestir o casaco, embora eles possam não gerenciar zíperes e botões.

Meias e sapatos

Os bebês adoram tirar as meias. Eles geralmente conseguem fazer isso sozinhos aos 15 meses de idade. Calçar meias é uma habilidade que as crianças, muitas vezes, consideram desafiadora. É particularmente difícil para aquelas que têm dificuldade em usar as duas mãos juntas. As crianças aprendem a tirar os sapatos primeiro. Eles geralmente conseguem calçar galochas, chinelos e sapatos por volta dos 2 anos.

Zíperes e botões

Aprender a fazer fixações pode ser complicado. Como muitas outras habilidades, as crianças precisam ser ensinadas a realizar essas atividades.

Os zíperes são geralmente os primeiros fechos que as crianças aprendem a usar. O primeiro zíper geralmente fica na jaqueta. Para começar, as crianças precisarão de ajuda para montar o zíper.

Para usar os botões, ambas as mãos precisam trabalhar juntas, mas fazer movimentos diferentes. Aqui vão algumas dicas:

  • Desabotoar é mais fácil que abotoar;
  • Botões grandes são mais fáceis do que os pequenos para manusear;
  • Botões de cores diferentes da roupa facilitam a manipulação;
  • Certifique que a casa é grande o suficiente para o botão entrar facilmente;
  • Faça brincadeiras e desafios para esses momentos.

Cadarços

Aprender a amarrar cadarços é difícil. Aprender a amarrar cadarços antes de usar sapatos que precisam ser amarrados é uma boa ideia. As crianças geralmente não têm as habilidades necessárias para amarrar os cadarços dos sapatos até os cinco e sete anos.

Existem muitas maneiras diferentes de amarrá-los. Experimente da forma que fizer mais sentido para você e sua família. Se isso for muito complicado, tente outra coisa. Continue até encontrar o caminho certo para vocês. Arranje tempo para praticar. Não deixe para o último minuto.

Sente-se ou ajoelhe-se com a criança. Sentar-se em uma cadeira ou degrau pode ser mais fácil. Se achar isso difícil, você pode ensinar e praticar com o sapato na mesa à sua frente. Pode ser difícil aprender todas as etapas de uma só vez. A cada tentativa, o(a) ajudante deve fazer um pouco menos até que a criança consiga sozinha.

Como você pode ver, não é uma tarefa fácil para uma criança adquirir autonomia para se vestir. Geralmente, uma criança de quatro anos já possui boa parte dessa autonomia, mas com 7 anos ela deve ser total. Hoje em dia, as indústrias de roupas infantis facilitam muitas coisas, como roupa com velcros, calçados sem cadarços etc. Mas, de qualquer forma, é sempre bom que seu filho(a) adquira essas habilidades.

Fonte:

https://www.nhsggc.org.uk/

Saiba mais:

https://institutopensi.org.br/superpoderes-que-voce-pode-dar-aos-seus-filhos/

https://institutopensi.org.br/blog-saude-infantil/12-dicas-para-sobreviver-ao-terrivel-3-anos/

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

(CRM-SP 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, com especialização na Universidade de São Paulo (USP) e pós-graduação em Gestão na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás, David e Benjamim.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade

    Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se abaixo para receber nossas comunicações. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade de Instituto PENSI.