PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Superpoderes que você pode dar aos seus filhos
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Superpoderes que você pode dar aos seus filhos

Superpoderes que você pode dar aos seus filhos

04/08/2022
  238   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Em um mundo de Millennials que adoram os super-heróis da Marvel e da DC comics, talvez nada melhor que conversar como eles de como pais e mães podem dar superpoderes a seus filhos. Claro que não estamos falando de voar, ter uma superforça ou visão de RX, mas sim qualidades ou coisas que possam ser úteis na sua vida.

Quando tinha uma vida ativa e movimentada no consultório como pediatra, costumava perguntar aos pais como eles viam sua tarefa de criar seus filhos. As respostas mais comuns era de educar e proteger. Evidentemente, isso está no cerne da questão da paternidade e da maternidade, mas a missão dos pais é preparar aquele filho ou aquela filha a ter autonomia e serem bons cidadãos. No final das contas, todos deveríamos entregar às gerações futuras um mundo melhor do que recebemos. Infelizmente, não parece que estamos conseguindo.

Aqui vão algumas sugestões de como dar superpoderes às crianças para que sejam capazes de fazer um mundo melhor:

  1. Imunizações

Manter-se atualizado sobre todas as imunizações do seu filho é uma das maneiras mais poderosas de protegê-lo de uma variedade de doenças infecciosas e perigosas. As vacinas treinam o sistema imunológico do seu filho para parar uma variedade de germes vilões que já adoeceram e mataram milhares de pessoas. Além das imunizações infantis de rotina, as famílias agora podem combater a covid-19 com vacinas disponíveis para crianças a partir dos seis meses. Crianças saudáveis criam sociedades saudáveis.

  1. Resiliência

Um pouco de estresse é apenas parte da vida, mas quando ele é grave ou se torna contínuo, pode se transformar em “estresse tóxico”. A capacidade de lidar e se recuperar de experiências estressantes se chama de resiliência. Ajude-os a ganhar confiança em suas habilidades, por exemplo, e construa uma rede de relacionamentos fortes e de apoio – com você e com outros adultos e colegas. Pense nisso como sua legião pessoal de aliados.

  1. Empatia

Você pode não ser capaz de dar habilidades telepáticas ao seu filho, mas ajudá-lo a construir empatia pode ser uma ferramenta poderosa na vida. A empatia é a capacidade de compreender os pensamentos, sentimentos e experiências de outra pessoa. Ajuda as crianças a se conectarem e se relacionarem com outras pessoas de maneira positiva, o que pode reduzir o estresse. Ela também contribui para a prevenção de preconceitos e racismo. Ler com seu filho é uma maneira de ajudar a construir empatia.

  1. Ginástica

A atividade física e o exercício têm um efeito poderoso no corpo e no cérebro das crianças. Constrói músculos e ossos fortes, coordenação e flexibilidade. Também ajuda a combater as taxas crescentes de obesidade infantil, que podem levar a diabetes e doenças cardíacas. A atividade física também reduz o estresse, melhora o humor e ajuda as crianças a se concentrarem na escola. A Academia Americana de Pediatria recomenda que crianças de seis anos ou mais façam 60 minutos de atividade física moderada a vigorosa na maioria dos dias da semana. Lembre-se do antigo dito: mente sã em corpo sadio.

  1. Consciência da Terra

Dê aos seus filhos o conhecimento de que eles podem, literalmente, ajudar a salvar o planeta! Cultive o respeito pela natureza passando mais tempo ao ar livre, sempre que possível. Discuta as notícias que eles ouvem sobre desastres provocados pelas mudanças climáticas, como incêndios florestais e furacões. Ajude-os a se concentrarem em soluções. Isso pode reduzir o estresse sobre o futuro e dá a eles o poder de agir. Lembre-os de que famílias, comunidades e nações têm ferramentas para tomar medidas climáticas agora, e usá-las pode trazer benefícios imediatos para a nossa saúde. Faça um brainstorming em conjunto para encontrar maneiras de reduzir sua pegada de carbono e outras ações que sua família pode tomar.​​​

  1. Promova amizades

Ajude seu filho a desenvolver relacionamentos positivos com amigos, irmãos e membros da comunidade. Ensine-os sobre o valor da bondade e da compaixão. Incentive seu filho a se envolver em atividades que exijam trabalho em equipe, como esportes. Conheça os amigos do seu filho e converse sobre relacionamentos responsáveis ​​e respeitosos.

Lembre-se do mais importante: todas as crianças querem a atenção de seus pais, não importa a idade. Arranje tempo todos os dias para conversar. Os jovens são mais propensos a fazer escolhas saudáveis ​​se permanecerem conectados com os membros da família. Não se esqueça de dizer “eu te amo” para seus filhos muitas vezes à medida que eles crescerem. Eles nunca serão velhos demais para ouvir isso!

Fonte:

  • Academia Americana de Pediatria (Copyright © 2021)

Saiba mais:

https://institutopensi.org.br/blog-saude-infantil/criancas-e-tecnologia-10-dicas-para-os-pais-na-era-digital/

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade

    Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se abaixo para receber nossas comunicações. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade de Instituto PENSI.