PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
A importância da triagem oftalmológica
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
A importância da triagem oftalmológica

A importância da triagem oftalmológica

10/01/2013
  3495   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Fazer a triagem oftalmológica de crianças por meio de um equipamento automatizado, que permite avaliar de modo rápido e simples, com pequena ou nenhuma intervenção da criança, pode ser um importante instrumento de ajuda e prevenção de atrasos do desenvolvimento infantil.

O papel do exame de visão é evitar fatores de risco que possam ameaçar o desenvolvimento visual, como a ambliopia, déficit neurológico que limita a capacidade de ver detalhes e que ocorre em um número estimado de 1 a 4% de crianças, e outros problemas de refração.

Enquanto os médicos podem facilmente determinar a acuidade visual em crianças mais velhas usando um gráfico de visão, é quase impossível fazê-lo de forma adequada em uma que seja menor de 3 anos de idade ou em uma mais velha que não comunica adequadamente o que ele ou ela está vendo na carta do oftalmologista.

O instrumento baseado em exames de visão – Autorefraction e Photoscreening – realiza a triagem oftalmológica, podendo ser usado em crianças de 6 meses a 3 anos para permitir a detecção precoce de condições que podem levar à ambliopia, e também nas mais velhas, que não podem ou não querem cooperar com teste de acuidade de rotina.

Os médicos devem saber como aplicar a tecnologia de forma adequada para uma triagem automatizada da visão, que é caro e, nem sempre, devidamente reembolsado.

Leia também: Cuidando dos olhos do seu filho

Fonte: Instrument-Based Pediatric Vision Screening Policy Statement

Atualizado em 15 de abril de 2024

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

(CRM-SP 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, com especialização na Universidade de São Paulo (USP) e pós-graduação em Gestão na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás, David e Benjamim.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

  • maria antonia alencar de souza disse:

    Olá, minha filha tem quatro anos e desde que nasceu vive coçando o olho e por muitas vezes ja teve inchasso e até pequenas inflamações, ja levei ao oftalmo, mas ele disse que ela tem um pouco de gral mas nada que ela precise usar óculos ou fazer alguma intevenção.

    O que eu faço?

  • fernanda da silva gomes fernandes disse:

    gostaria de saber como faço para passar meus filhos em uma consulta nesse hospital? por favor aguardo resposta ……Grato Fernanda

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Fernanda. Atualmente oferecemos atendimento em algumas especialidades. Entre em contato com o telefone 2755-0340/0341 de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h e peça informações sobre a especialidade desejada.

  • Cristiane de Oliveira disse:

    Olá, quero compartilhar: tenho 41 anos e tenho ambliopia, com 20 e poucos anos fui entender o problema, hoje tenho um filho de 3 anos e preocupada o levarei a um oftalmo, tenho receio de estar indo tarde demais.

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade

    Cadastre-se na nossa newsletter

    Cadastre-se abaixo para receber nossas comunicações. Você pode se descadastrar a qualquer momento.

    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade de Instituto PENSI.