PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Como funcionam os antibióticos?
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Como funcionam os antibióticos?

Como funcionam os antibióticos?

04/01/2012
  9422   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

Saiba mais sobre vírus e bactérias e como deve ser usado o antibiótico

O CDC (Centro de Controle de Doenças) nos EUA faz no mês de novembro uma campanha para o uso consciente de antibióticos, tanto para os pais como para os médicos. A importância de se comprar os medicamentos com receita médica também é explicada.

É importante que os pais saibam quando e por que usar os antibióticos.

Os antibióticos ou antibacterianos não são a solução para cada infecção que seu filho tem. Na verdade, existem dois tipos de germes que causam a maioria das infecções nos seres humanos: vírus e bactérias, sendo que os antibacterianos são úteis apenas contra as bactérias, como o nome já diz.

As bactérias são organismos unicelulares que possuem o tamanho de alguns milímetros. Elas estão na nossa pele, em nosso sistema digestivo, e em nossas bocas e gargantas. Na verdade, há cem mil bilhões delas que vivem dentro de nós.

Embora a maioria seja inofensiva, algumas têm um papel positivo no nosso organismo (por exemplo, ajudam na digestão dos nutrientes), outras são perigosas e provocam infecções. Elas são responsáveis por muitas doenças da infância, o que inclui a maioria das infecções de ouvido e garganta; algumas do aparelho respiratório, como pneumonia e sinusite e a mais comum que é a infecção urinária.

Os vírus são ainda menores do que as bactérias. Apesar de seu tamanho, eles podem causar doenças leves e graves, quando entram nas células saudáveis do corpo. Eles são responsáveis pelo resfriado comum, gripe e garganta inflamada entre outras doenças. Também causam varíola, sarampo, caxumba, hepatite e síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS).

Os antibacterianos não podem matar o vírus e não funcionam contra infecções virais. Se for dado à criança, quando ela tem uma infecção viral, não só pode causar efeitos secundários, mas também ocasionar um problema grave de resistência aos antibióticos. Existem medicamentos chamados antivirais que têm sido desenvolvidos para combater vírus e são usados em casos muito especiais.

Para as crianças, os antibióticos estão disponíveis em várias formas, incluindo comprimidos, cápsulas, líquidos e mastigáveis ou pomadas. Quando o pediatra prescrever um remédio, ele irá escolher o melhor para o germe específico que causa a doença no seu filho.

Atividade de antibacterianos

Os antibacterianos combatem as bactérias infecciosas no organismo. Eles atacam o processo da doença, destruindo a estrutura dos germes ou sua capacidade de se dividir ou de se reproduzir.

Se forem feitos exames de sangue, de urina ou outros testes que identificam as bactérias específicas que causam infecção no seu filho, o pediatra poderá prescrever um antibacteriano direcionado para os germes que causam a doença. Como eles demoram de 24 a 48 horas para ficarem prontos, os médicos costumam usar sua experiência e o conhecimento na área da saúde para escolher o antibiótico a ser usado em cada enfermidade.

Lembre-se, se a criança tiver um resfriado, os antibióticos não são a solução. Às vezes, é difícil para os pais identificar se a doença do filho é causada por vírus ou bactérias. Por esta razão, nunca tente diagnosticar e tratar a enfermidade da criança, sem consultar um pediatra.

Efeitos colaterais dos antibióticos

Os antibióticos podem ser muito úteis, mas também podem produzir efeitos colaterais em algumas pessoas.

Em crianças podem causar desconforto gástrico (fezes moles ou náusea) e algumas pessoas têm uma reação alérgica à penicilina e outros antibióticos, apresentando sintomas como erupções cutâneas (manchas vermelhas) ou dificuldades respiratórias. Se tiver reações alérgicas graves, como dificuldade para respirar ou de engolir por motivo de “garganta fechada”, leve para a emergência pediátrica imediatamente.

Os antibióticos são sempre usados para evitar doenças?

Os antimicrobianos são usados principalmente no tratamento de infecções que o seu filho pode desenvolver, mas, às vezes, são prescritos para prevenir uma doença que ocorre com frequência. Por exemplo, para as crianças que têm repetidas infecções de urina são dados antibacterianos para reduzir a probabilidade de que ocorram novamente. Os medicamentos podem matar as bactérias, antes que elas tenham chance de causar uma infecção.

Veja abaixo outras circunstâncias em que a ação preventiva dos antibacterianos podem ser receitados para crianças:

1- A penicilina serve para a prevenção da febre reumática aguda;
2- Uma criança que tenha sido mordida por um cachorro, outro animal, ou mesmo por uma pessoa serão dados medicamentos para prevenir uma possível infecção;
3- Em um procedimento cirúrgico podem ser receitados medicamentos antes da operação, para prevenir uma infecção de se desenvolver no local da cirurgia. Normalmente, esses remédios são dados às crianças não mais que 30 minutos antes da operação. Uma única dose, muitas vezes, é o necessário.

Por Dr. José Luiz Setúbal
Fonte: CDC: Get Smart: Know When Antibiotics Work

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade