PESQUISAR

Sobre o Centro de Pesquisa
Sobre o Centro de Pesquisa
Residência Médica
Residência Médica
Compreenda o apetite de seu filho
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp
Compreenda o apetite de seu filho

Compreenda o apetite de seu filho

22/02/2012
  3679   
  0
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Google Plus Compartilhar pelo WhatsApp

As crianças tendem a comer mais na fase de crescimento, por isso é importante que os pais ofereçam uma alimentação saudável aos pequenos

A criança nasce com um apetite muito grande e isso acontece, porque o metabolismo para um crescimento saudável exige muita energia, que será conseguida por meio dos alimentos. O pequeno, em geral, triplica seu peso e cresce 50% do tamanho que tinha no nascimento, no primeiro ano de vida. A partir do segundo ano, este apetite vai diminuir, porque o ritmo de crescimento também fica menor.

Durante os anos seguintes com as idades entre 2 a 12, as crianças precisam de uma boa nutrição para continuar crescendo normalmente, e à medida que se aproximam da puberdade, volta a aumentar o apetite.

A maioria das meninas experimenta aumentos, na sua taxa de crescimento, entre as idades de 10 e 12 anos, enquanto os meninos vão começar a esticar cerca de 2 anos mais tarde.

Alguns pais simplesmente não compreendem o apetite de seus filhos. Um dia, os pequenos podem comer tudo à vista, enquanto que nos outros, podem jejuar e você esperaria ouvir seus estômagos roncarem durante todo o dia. Na maioria dos casos, esses tipos de padrão alimentar imprevisíveis não devem preocupar.

Durante este tempo da vida, as crianças devem ganhar cerca de 3 a 7 quilos por ano, e enquanto o pediatra diz que seu filho está crescendo normalmente e que ganhos de seu peso são bons, não se preocupe com o número na balança. Em vez disso, mantenha o seu foco em servir uma variedade de alimentos saudáveis.

Entender que seu filho irá comer se estiver com fome, que a pior atitude é forçá-lo a se alimentar e transformar o horário da alimentação em um campo de batalha, fará com que ele tenha uma atitude saudável frente aos alimentos.

Fornecer variedade na alimentação e fazer com que o seu filho tenha uma rotina de horários, que não pule refeições (café da manhã, principalmente) e não substitua os alimentos das refeições por lanches, salgadinhos, bolachas e biscoitos; além de fazer uma visita anual ao pediatra para orientação e acompanhamento do crescimento pondero estatural (peso e altura) será a melhor atitude que você poderá ter, como pai ou mãe.

Por Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Guia para os Pais a Obesidade Infantil: Um Roteiro para a Saúde (Copyright © 2006 American Academy of Pediatrics)

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal

Dr. José Luiz Setúbal (CRM-SP: 42.740) Médico Pediatra formado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo , com Especialização na Universidade de São Paulo (USP) e Pós Graduação em Gestão na UNIFESP. Pai de Bia, Gá e Olavo. Avô de Tomás e David.

deixe uma mensagem O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

mensagem enviada

  • Marinalva Conceição Domingues disse:

    Gostaria de indicações de textos e filmes,como trabalhar com alimentação na educação infantil.
    dificuldades:
    O que fazer com crianças que não aceitam alimentação de forma nenhuma durante um periodo de 8horas na escola?

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Marinalva, tudo bem?

      Não temos conhecimento de filmes sobre o assunto. Livros e textos existem muitos, mas acho que seria melhor consultar um pediatra ou uma nutricionista. Como este tema é recorrente, temos no nosso blog muitos textos que podem te ajudar, assim como em nossa página do Facebook, onde indicamos reportagens de revistas e jornais a respeito.

      Abraços,

      Equipe Hospital Infantil Sabará

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Marinalva, tudo bem?

      Não temos o conhecimento de nenhum filme. Porém, livros e textos existem muitos. Neste caso é melhor consultar um pediatra ou nutricionista. De qualquer forma, como este assunto é recorrente, temos em nosso Blog e em nossa página do Facebook (www.facebook.com/HospitalSabara) muitos textos que podem te ajudar. Além dos profissionais consultados, dê uma olhada em nossas redes sociais.

      Abraços!

      Equipe Hospital Infantil Sabará

  • Silmara Melo disse:

    Olá!
    Meu filho tem 1 ano e 8 meses,e estou sempre muito preocupada porque ele nunca come em todas as refeições,de manhã ele toma uma mamadeira de leite com Nescau,aí na grande maioria das vezes não aceita almoço,só toma o leite com Nescau e á noite janta mas pouco!
    Minha dúvida é se isso é normal pela idade ou se devo começar a dar algum estimulante para aumentar o apetite?
    Obrigada!!!

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Silmara, tudo bem?

      A criança por volta de 2 anos passa a comer menos, pois seu metabolismo fica mais lento. Em geral, a criança desta idade come menos do que comia com 1 ano. Avalie se a mamadeira de manhã não está muito próxima a do almoço. Embora você não tenha nos contado quantas mamadeiras ele toma, o fato é que crianças são um pouco preguiçosas e preferem a mamadeira à comidinha. Porém, isto não pode acontecer, pois a comida é muito importante para a saúde do seu filho. Na idade dele, só o leite é insuficiente.

      Abraços,

      Equipe Hospital Infantil Sabará

  • Érika disse:

    minha filha tem 4 anos, completa 5 em maio deste ano pesa 22 kilos, porém não se alimenta direito as vezes chega até dar ânsia de vômito com determinadas comidas, é bem complicado, já tentei oferecer vários tipos de comida, inclusive ela não gosta de carne. O que devo fazer para que ela se alimente de forma saudável, sem forçar nada?

    • Equipe Sabará disse:

      Érika, aparentemente sua filha tem um peso adequado para a idade, então o que nós recomendamos é que faça o seguimento anual com um pediatra e que acompanhe a curva de crescimento do peso e da altura. Passe a se preocupar menos e não insista para ela comer o que não gosta, respeite seu paladar e procure substituir aquele nutriente por outro semelhante, mas que ela goste. Consulte uma nutricionista que poderá te orientar melhor nesta tarefa. Obrigado.

  • Patricia antonio disse:

    OLÁ TUDO BEM? ESTOU MUITO PREOCUPADA COM MEU FILHO DE 7 ANOS, ELE N GOSTA DE VERDURAS E LEGUMES ALMOÇA E JANTA ARROZ, FEIJÃO E CARNE VERMELHA OU DE FRANGO, NA SOPA COLOCO LEGUMES MAS ELE N COME SE A SOPA FOR DE MACARRÃO SO COME O MACARRÃO NA ESCOLA ELE N COME NADA SÓ O PÃO. JA TENTEI INTRODUSSIR LEGUMES NO FEIJÃO MAS MESMO ASSIM ELE N QUER ATE MESMO O BOLINHO DE LEGUMES MAS N DEU CERTO ME AJUNDE O QUE EU FAÇO; SERA QUE TEM VITAMINAS QUE REPÕEM ESSAS VITAMINAS QUE ELE N COME?OBRIGADA!!!!!!!!!!!!

  • Isaura gONÇALVES mONFERDINI disse:

    Meu filho tem 06 anos 1m25 e pesa 32 quilos, gostaria de ter orientações de preparar lanches saudaveis p o café da tarde.

    Obrigada.

  • Marta Ferreira Martinez disse:

    Gostaria de saber qual a quantidade de comida que devo colocar no prato do meu filho de 4 anos? E quantas refeições por dia ele deveria fazer?

  • Edilson disse:

    ola para Todos..

    nosso filho Gabriel de 2 anos, simplesmente não quer comer mais, ele vê uma colher ou garfinho e não abre a boca por nada, ele chora, não come pão, só quer saber de mamadeira, nem frutas ele quer, estamos desesperados, temos medo que ele fique fraquinho…

    se alguém tem alguma dica, por favor me mande no meu email, ou algum complemento alimentar…O pior que a Pediatra dele, acho tudo normal…

    edilsonp745@gmail.com

    obrigado

    Edilson

    • Equipe Sabará disse:

      Olá Edilson. Existem algumas fases em que as crianças tem menor apetite. Mas é importante você levá-lo para uma avaliação com o pediatra. Abraços! =)

posts relacionados

INICIATIVAS DA FUNDAÇÃO JOSÉ LUIZ EGYDIO SETÚBAL
Sabará Hospital Infantil
Pensi Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil
Autismo e Realidade